Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MESMO APÓS CORTE DE PREÇOS, NINTENDO REDUZ PREVISÃO DE VENDAS DO 3DS

27/01/2012 01:00:00

A Nintendo anunciou nesta quinta-feira (26/01) que reduziu a previsão anual de vendas do videogame portátil 3DS, reconhecendo que os cortes de preço e a quantidade de títulos de games para o aparelhos não foram o suficiente para se recuperar do fraco lançamento no ano passado.

A fabricante de games japonesa agora espera vender 14 milhões unidades do portátil no ano fiscal que termina em março, em vez da previsão anterior que era de 16 milhões, mantida três meses atrás. No relatório de lucros de nove meses da empresa  (entre abril e dezembro), a companhia também baixou sua meta para as vendas do console Wii e declarou que agora projeta uma perda anual muito maior que a feita três meses atrás.

A Nintendo esperava que o 3D, lançado em fevereiro de 2011, mantivesse o sucesso de vendas de seu antecessor DS, um dos videogames mais vendidos da história da companhia. Mas o aparelho tropeçou logo após sua entrada no mercado, em parte devido à escassez de jogos e um interesse morno dos consumidores pelos recursos 3D que dispensam o uso de óculos.

Menos de seis meses após o início das vendas, a empresa rependinamente cortou o preço do 3DS em todo o mundo, e em seguida investiu agressivamente em títulos de games, com uma promessa do presidente da Nintendo Satoru Iwata, em setembro, de reavivar o interesse dos consumidores pelo aparelho. 

O 3DS está enfrentando a concorrência crescente de jogos baratos e populares disponíveis para smartphones e tablets, assim como a do Sony Vita, que começou a ser vendido no Japão no mês passado e será lançado mundialmente no início deste ano.

A Nintendo reduziu sua meta de vendas do Wii, lançado em 2006, para 10 milhões de consoles neste ano fiscal, que termina em março, 17% abaixo da meta anunciada em outubro.

A empresa disse que espera uma perda 833 milhões de dólares neste ano fiscal, muito mais do que os 257.8 milhões de dólares previstos em outubro.

Cerca de 80% das receitas da Nintendo são geradas fora do Japão e a empresa tem sido prejudicada pela força do iene, que reduz os lucros obtidos no exterior. Anteriormente, em 2011, a companhia disse que deveria lucrar neste ano fiscal.

Entre abril e dezembro do ano passado, a Nintendo disse que teve uma perda de 622,5 milhões de dólares, em comparação a um lucro de 639 milhões de dólares no mesmo período do ano anterior.

A Nintendo se diferencia de seus principais concorrentes Sony e Microsoft, já que é quase totalmente dependente da venda de consoles e jogos para sua renda. A empresa está se esforçando para obter sucesso com o 3DS ao mesmo tempo que se prepara para o lançamento da próxima geração consoles domésticos, o Wii U, que deve chegar ao mercado ainda neste ano.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar