Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PROJETOS ANTIPIRATARIA SAEM DA PAUTA DO CONGRESSO NORTE-AMERICANO

23/01/2012 01:00:00

Abalados pelos protestos na internet, a Casa dos Representantes dos Estados Unidos tirou o projeto de lei Stop Online Piracy Act (SOPA) de consideração e o Congresso adiou a votação do Protect IP Act (PIPA), que estava marcada para 24 de janeiro, segundo informações da Reuters e da PC World.

Lamar Smith, autor do SOPA, afirmou nesta sexta-feira (20/01) que estava tirando o projeto de consideração "até que haja maior entendimento em uma solução. "Tenho ouvido os críticos e levo a sério suas preocupações sobre a legislação proposta para resolver o problema da pirataria online", disse Lamar Smith, deputado republicano do Texas e presidente do Comitê Judiciário da Câmara. "Está claro que precisamos rever a melhor forma de resolver o problema de cibercriminosos estrangeiros que roubam e vendem produtos e invenções norte-americanas",afirmou à ag|ência Reuters.

No final desta tarde, a frase "SOPA is dead" (SOPA morreu) estava entre os tópicos mais postados do Twitter.

O líder da maioria do Senado, Harry Reid, decidiu adiar a votação do PIPA depois que internautas e sites realizaram um protesto contra a legislações na quarta (18/01), que incluía um Doogle com o logo da Google censurado (exibido apenas nos EUA) e apagões nos portais Wikipedia, Reddit, Mozilla, entre outros. À luz dos protestos, diversos legisladores retiraram seu patrocínio ao SOPA e ao PIPA, enquanto outros se opuseram a eles.

Os projetos de lei dariam ao governo dos Estados Unidos poderes para cortar pagamentos de publicidade e a indexação, em buscadores, de sites acusados de violar direitos autorais. Os críticos afirmam que as leis são muito abrangentes e, portanto, poderiam causar efeitos colaterais e censura.

Agora, Reid está solicitando mudanças.

"Não há razão para que os problemas legítimos deste projeto, apontados muitos, não possam ser resolvidos", declarou o senador, acrescentando que o Senado precisa reagir à pirataria.

A favor do PIPA e do SOPA, o senador Patrick Leahy, perturbado por esta súbita mudança de eventos, oferece sua própria declaração. "Eu entendo e respeito a decisão do líder da maioria Reid... Mas o dia virá em que os senadores que forçaram esta mudança irão olhar para trás e perceber que tiveram uma reação automática a um problema monumental. "



Fonte: PCWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar