Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VISA ACREDITA EM CRESCIMENTO DE PAGAMENTOS VIA CELULAR NO BRASIL

20/01/2012 01:00:00

O cartão de plástico que está dentro da sua carteira, ao que tudo indica, está com os dias contados. Previsões do Juniper Research indicam que pagamentos móveis vão triplicar até 2015 e movimentar 670 bilhões de dólares em todo o mundo. A Visa já deu os primeiros passos rumo ao novo cenário.

Na última semana, a companhia aprovou aparelhos que usam a tecnologia NFC (comunicação de campo próximo) para utilizar o aplicativo Visa payWave, desenvolvido pela companhia para permitir o pagamento com celular em estabelecimentos credenciados. O serviço está disponível em todo o mundo.

Passaram a fazer parte da lista o Samsung Galaxy S2, o LG Optimus NET NFC, o BlackBerry Bold 900, o BlackBerry Bold 9790, o BlackBerry Curve 9360 e o BlackBerry Curve 9380. ?Estamos muito animados com a oportunidade de continuar a crescer no setor de pagamentos móveis. Está claro para nós que essa modalidade salta na indústria financeira em toda a América Latina e no Brasil?, afirma Dave Wentker, head global de Estratégia Mobile da Visa.

Segundo ele, o País é prioridade para a Visa. ?Temos planos ambiciosos para acelerar pagamentos por meio de cartões no celular no Brasil. Os dispositivos móveis têm ganhado espaço na vida dos consumidores e para eles o grande atrativo é poder gastar menos tempo em filas, por exemplo?, opina Wentker, sem, no entanto, apontar detalhes da estratégia.

Ele explica como funciona as transações via celular. Ao efetuar uma compra, em vez de inserir o cartão na máquina, o consumidor deve aproximar o smartphone habilitado ao sensor e esperar poucos segundos pelo processamento. A transmissão é wireless, baseada em radiofrequência de curta distância. ?Esse processo já é bastante comum em países da Ásia e acreditamos que será bem-sucedido no Brasil, já que facilita a vida das pessoas?, diz.

Wentker afirma que a segurança e confiabilidade são garantidas da mesma forma como acontece com o cartão tradicional. ?Nosso trabalho não se limita ao desenvolvimento de soluções e padrões, estamos próximos dos fornecedores de tecnologias para assegurar que os equipamentos atuem de forma segura e confiável para executar pagamentos?, garante.

Para conquistar o mercado nacional, Wentker afirma que é parte da estratégia estabelecer mais parcerias. ?Isso significa que os bancos e as indústria de pagamento e de telecomunicação vão trabalhar juntas para que essas tecnologias tenham sintonia. Essas alianças já acontecem, mas elas vão crescer por demanda do próprio mercado?, assinala.

No segmento corporativo, prossegue o executivo, as oportunidades são grandes, especialmente após a invasão dos dispositivos pessoais usados para fins profissionais [a chamada consumerização]. ?Vamos ver várias inovações nas empresas, da mesma forma que no setor de consumo. Ainda mais agora com o casamento dos dois mundos. A boa notícia é que vai facilitar muito a vida do executivo em viagens e em outras atividades?, finaliza.
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar