Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AMD PROMETE QUE SEUS ´ULTRABOOKS´ SERÃO MAIS BARATOS QUE OS DA INTEL

13/01/2012 01:00:00

A AMD demonstrou seus futuros chips para laptops finos e leves, que a companhia afirma que levarão a alternativas mais baratas e tão rápidas quanto os ultrabooks da Intel.

A AMD disse que seus processadores, de nome código Trinity, usam cerca de 17 watts de energia, praticamente a mesma coisa que os Ivy Bridge, da Intel. Notebooks baseados no Trinity estão sendo mostrados na CES 2012 e serão lançados no decorrer deste ano.

De acordo com os executivos da AMD, o preço inicial dos laptops Trinity deve ficar em torno de 500 dólares ou até menos, dependendo da configuração. Esse é um ponto positivo para a AMD em comparação aos ultrabooks, da rival Intel, cujos valores começam em 800 dólares ? apesar de a Intel esperar baixá-los para 700 dólares até o final do ano.

?Nós acreditamos que realmente podemos ter notebooks finos e leves com uma performance igual ou melhor na mesma classe de máquina e com um preço inicial mais baixo?, afirmou o gerente de marketing da AMD, Raymond Drumbeck.

A AMD criou o termo ?ultrafino? (?ultrathin?) para descrever uma classe de laptops leves baseados em seus chips. Não é possível chamá-los de ultrabooks, já que esse é um termo registrado pela Intel, afirmou Drumbeck.

Os chips Trinity para os ultrafinos estarão disponíveis em modelos dual e quad-core. Segundo Drumbeck, eles terão o mesmo desempenho, mas consumindo metade da energia da série de chips A (Llano), da AMD, usados atualmente nos notebooks tradicionais. O Trinity consumirá a mesma quantidade de energia, mas vai superar em desempenho os chips atuais das séries E e C, usados em ultrafinos ? no entanto, a fabricante não revelou dados detalhados de performance.

Trinity mais poderosos
A AMD também vai lançar uma versão do Trinity para notebooks de tamanho padrão. Os chips serão 50% mais rápidos na parte gráfica e 25% mais velozes em termos de performance da CPU, explica Drumbeck.

O Trinity combina uma placa gráfica e uma CPU x86, e será feito usando processo de 32 nanômetros. Os núcleos da CPU são baseados em uma nova arquitetura chamada de Piledriver, e o processador de gráficos integrados terá suporte para a tecnologia DirectX 11, da Micrososft. 

Os notebooks com chips AMD costumam ter preços mais baixos, e essa vantagem é uma das razões pela qual a fabricante está ganhando mercado em relação a Intel. No terceiro trimestre de 2011, a Intel registrou 80,3% de participação no mercado, queda em relação aos 80,6% registrados no mesmo período do ano anterior. Enquanto isso, a AMD viu sua participação subir de 18,3% para 18,8% no mesmo intervalo.

A AMD não revelou a data de lançamento dos chips, mas mais informações sobre o assunto serão liberadas nas próximas semanas. Mais detalhes sobre as estratégias da fabricante serão reveladas no encontro da empresa com analistas, em 2/2.
 
 
 
Fonte: IDGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar