Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TERMINAL DE ÔNIBUS EM SP TESTA ACESSO GRATUITO A INTERNET

20/12/2011 01:00:00

O terminal de ônibus Santo Amaro, na região do Largo Treze (zona sul de SP), começou a testar nesta segunda-feira um serviço gratuito de acesso à internet.

Os 210 mil passageiros, de 53 linhas, que passam por lá diariamente, agora têm uma rede sem fio à disposição de graça durante até 15 minutos.

Com aparelhos habilitados para conexão à internet --como celulares, tablets e notebooks--, é possível consultar e-mails ou acessar sites enquanto se espera no terminal ou nos coletivos. Há bloqueios aos conteúdos pornográficos ou de apologia a crimes.

Depois dos primeiros 15 minutos, a conexão é interrompida e só pode ser retomada pelo mesmo equipamento depois de uma hora.

O serviço é um teste que, segundo a prefeitura, vai durar dois meses e, nas próximas semanas, também será levado aos terminais de ônibus da Lapa e do Sacomã. Por enquanto, não há custos ao município --a experiência foi oferecida pela empresa Rede Ponto Certo.

"É um piloto. Se houver boa aceitação, poderemos lançar uma concorrência pública", diz Douglas Roman, superintendente de tecnologia da informação da SPTrans (empresa municipal responsável pelo transporte).

Segundo ele, a ideia de limitar a conexão por 15 minutos é para evitar que as pessoas fiquem no terminal só para acessar a internet, e não para esperar pelo ônibus.

PONTO

Em novembro, a prefeitura também fez um teste de tecnologias (incluindo internet sem fio) num ponto de ônibus da rua da Consolação, esquina com a avenida Paulista, sentido bairro-centro.

Apesar de classificar a aceitação como "boa", Douglas Roman diz não haver nenhuma previsão sobre a possível expansão do sistema.

Além da conexão Wi-Fi, a ideia foi fazer um laboratório de experimentos de um ponto sustentável Ðcom geração própria de energia, climatização do ar e painel interativo para consultar itinerários.

Houve, porém, alguns problemas durante os testes (da instabilidade da internet a danos em equipamentos instalados para captar a energia conforme a movimentação de veículos na avenida).
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar