Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

VIVO DESAFIA NEXTEL E DIZ QUE JÁ ´DIVIDE´ MERCADO COM A RIVAL

07/12/2011 01:00:00

 

Ao fazer um balanço sobre o ano de 2011, a Vivo anunciou que aumentou em 50% a capacidade da rede 2G em São Paulo, com a ativação de uma infraestrutura em 1.8MHz. "Com essa rede aumentamos nossos sites em 40% em relação à rede GSM", afirma o diretor-geral da Telefônica/Vivo, Paulo Cesar Teixeira. Expectativa é que a nova rede 2G fique nacional até o final desse ano.

A operadora não disputou o leilão das sobras do 3G porque está no limite de espectro determinado pela Anatel - 85 Mhz. "Não participamos do leilão das sobras do 3G porque estamos no limite da nossa capacidade de espectro determinada pelo órgão regulador", explica Teixeira. O leilão foi realizado nesta terça-feira, 06/12, na Anatel.

Com a ativação da rede em 1,8 Mhz - Ericsson e Huawei foram os fornecedores - a operadora passa a ser a única no Brasil onde o chip funciona em qualquer aparelho GSM desbloqueado. "Essa é uma demanda do consumidor hoje", destaca o diretor-geral da Telefônica.

A rede da Vivo em 1.8Mhz está ativa nas regiões Norte, Nordeste, no Rio de Janeiro e, esta semana, chegou ao Paraná, Santa Catarina e São Paulo, nos DDDs 11,12,13 e 19 ( capital, região metropolitana, litoral e Campinas). E na telefonia móvel, a Vivo comemora o bom resultado do Vivo Direto, serviço de comunicação via rádio (PTT), lançado em agosto deste ano.

Segundo Paulo Cesar Teixeira, nos últimos dois meses, a Vivo respondeu por metade das ativações PTT no Brasil, chegando bem perto da grande rival - Nextel, que lidera esse segmento e está preparando a operação da rede 3G para o segundo semestre de 2012.

"Nossa cobertura é substancialmente maior do que a do nosso concorrente e isso é um diferencial que atrai o usuário desse produto", comemora Teixeira. Para ampliar os produtos em PTT, a Vivo programa para janeiro, o acerto do primeiro país para roaming internacional para serviço de rádio.


 
 
 
Fonte: Convergencia digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar