Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTEL E MCAFEE ELEGEM GERENCIAMENTO REMOTO DE TI

02/12/2011 01:00:00

Mesmo antes de adquirir a McAfee, em agosto de 2010, a Intel trabalhava em conjunto com a empresa de segurança no desenvolvimento de soluções mais eficientes para a proteção de dados dos usuários - fabricante de chips pagou US$ 7,7 bilhões pela McAfee.

Agora, o trabalho colaborativo entre as empresas começa a dar os primeiros frutos. Em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (01/12), José Roberto Antunes, gerente de engenharia de sistemas da McAfee Brasil, falou sobre os desafios de segurança enfrentados atualmente pelo mercado corporativo e apresentou soluções da Intel-McAfee que prometem ajudar a vencê-los.

O executivo destacou a distribuição geográfica de escritórios e funcionários em campo como um dos principais dificultadores para a proteção de dispositivos nas companhias. Além da demora para atualização das máquinas, essa distribuição gera um custo muito elevado. "O alto custo do atendimento da área de TI para reparo no terminal aumenta o custo operacional", afirma Antunes. Citando números do mercado norte-americano, ele diz que o custo médio por visita técnica é de US$ 250.

Além disso, o gerente citou a necessidade de otimizar a eficiência energética nas empresas como outro grande desafio para as áreas de TI. "As empresas precisam conter o consumo de energia e a ociosidade de sistemas, fazendo com que tudo seja mais otimizado e atendendo as especificações mais exigentes de sustentabilidade e TI verde", disse Antunes.

É principalmente nessas frentes - redução de custos, velocidade de proteção e ganho de eficiência energética e otimização de recursos computacionais - que as novas soluÇões de segurança da Intel-McAfee atuarão. Disponível a partir do início de 2012, o Deep Defender foi apresentado por Antunes como a primeira solução a utilizar o recurso DeepSAFE.

Trata-se de uma camada de software que atua antes do sistema operacional - é executada diretamente na CPU, protegendo em tempo real a memória do computador e evitando a perda de desempenh dos equipamentos por conta de soluões de segurança.

O especialista da McAfee explica que há muitas ameaças, conhecidas como Rootkit, que ficam invisíveis por atuarem antes do sistema operacional. "São ameaças que ficam invisíveis às soluções tradicionais de segurança", explica. Segundo Antunes, McAfee e Intel trabalharam por dois anos no desenvolvimento desse recurso.

"As empresas estão mudando a forma como a segurança é encarada pela indústria através da integração de hardware e software para a proteção dos dados nos computadores, protegendo as informações antes mesmo da camada do sistema operacional", avalia o gerente.

Outra oferta que será disponibilizada pela Intel-McAfee no início de 2012 é a Deep Command. Ela permite gerenciar sistemas remotamente, mesmo quando o computador está desligado. "Oferece economia de custos com energia enquanto mantém a segurança ativamente", destaca Antunes, acrescentando que ela permite aos administradores de TI garantir que os computadores estejam desligados sempre que não estiverem em uso. "Em uma empresa com 25 mil computadores, isso pode gerar uma economia anual de US$ 500 mil", contabiliza o executivo.

Antunes admite que não há uma cultura de gerenciamento remoto entre os executivos brasileiros de TI, mas diz que isso acontece devido à preocupação com questões de segurança. Para ele, a partir do momento em que houver a integração entre soluçÕes de segurança e ferramentas de gerenciamento remoto, essa cultura deve mudar.

"Quando a gente olha para a maioria das empresas, enxergamos que a cultura de gerenciamento remoto traz preocupação com segurança. Como até pouco tempo, especialmente porque até pouco tempo atrás, quem fazia a gestão não fazia a segurança", analisa o executivo da McAfee. "Agora a integração dessas duas tecnologias deve facilitar a adoção, com empresas mais confiantes em adotar essas soluções de gerenciamento remoto", completa.
 
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar