Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PESQUISADORES ALEMÃES QUEBRAM PROTEÇÃO DA INTEL PARA BLU-RAY

30/11/2011 01:00:00

Você sabe quanto custa ?quebrar? (crack) a criptografia de um disco Blu-ray? Não muito, aparentemente: pesquisadores do Secure Hardware Group da Universidade de Bochum (RUB), na Alemanha, conseguiram quebrar o protocolo de criptografia da Intel em discos Blu-ray e outras mídias de alta-definição (HD) usando uma placa customizada de 267 dólares. 

Quando você assiste a um disco Blu-ray no seu computador ou TV, o protocolo HDCP (High-bandwidth Digital Content Protection) está lá para codificar e proteger contra cópias o canal HD. A indústria de entretenimento tem usado o protocolo há quase uma década para evitar que usuários copiem e pirateiem filmes e games. A tecnologia também é usada em qualquer tela que usa DVI, HDMI, DisplayPort e outras conexões.

Um grupo de hackers quebrou a chave mestre do HDCP em setembro de 2010; naquela época, a Intel afirmou que essa era uma ameaça menor, uma vez que uma pessoa precisaria ?criar um chip de computador próprio? para realmente usar o código, de acordo com o site da Fox News. Bom, os pesquisadores encontraram outra maneira.

Para ?crackear? a criptografia HDCP, da Intel, os pesquisadores usaram um ataque man-in-the-middle ("intermediário") com uma placa barata FPGA (field programmable gate array). A criação usou uma placa ATLYS da Diligent, uma conexão HDMI equipada com Xilinx Spartan-6 FPGA, e uma entrada serial RS232 para comunicação. A placa conseguiu manipular e decodificar a comunicação entre o player de Blu-ray e a HDTV sem ser detectada.

Podem existir implicações legais em torno da proteção de direitos autorais, mas a intenção dos pesquisadores nunca foi criar um processo de pirataria, porque os piratas já descobriram métodos muito mais simples.

?Em vez disso, nossa intenção foi fundamentalmente investigar a segurança do sistema HDCP e avaliar financeiramente o custo real para o processo completo?, afirmou o professor de TI e Engenharia Elétrica da Universidade, Tim Güneysu. ?O fato de termos atingido nosso objetivo em uma tese e com custos materiais de aproximadamente 200 euros (270 dólares) definitivamente não fala a favor da segurança do atual sistema HDCP.?

bluraycrack01.jpg

Placa customizada passa despercebida ao "quebrar" proteção de Blu-ray
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar