Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

INTEL REFORMULA CHIP PENTIUM PARA SERVIDORES

28/11/2011 01:00:00

A Intel está dando nova vida ao processador Pentium para servidores e começou a vender o chip Pentium 350 para servidores low-end. De acordo com a fabricante, o processador dual-core opera a uma velocidade de clock de 1.2GHz e tem 3 MB de cache. Assim como outros chips para servidores, o Pentium 350 precisa de recursos como gráficos integrados, que estão integrados na maioria dos notebooks de processadores para desktop da Intel.

A linha de processadores Pentium está no mercado há mais de uma década, mas agora está mais alinhada ao orçamento de laptops e desktops, aponta a companhia. O Pentium foi o carro-chefe da Intel na linha de processadores para PC, e agora salta para chips Core. Para servidores, a companhia chegou a oferecer o Pentium III e o Pentium II Xeon.

Um porta-voz da Intel disse que o chip é dirigido a microservidores [de baixa potência], servidores compactos para web e serviços de entrega de conteúdo. A Intel já oferece chips Xeon E3 e em breve deve lançar chips baseados em Atom para microservidores.

?O novo processador é um reconhecimento do poder da permanência da marca Pentium?, diz Dean McCarron, principal analista da consultoria Mercury Research. Além de ser direcionado para microservidores, o Pentium 350 também poderia ser utilizado para tarefas específicas de servidores como compartilhamento, impressão, ou armazenamento de documento, de acordo com McCarron.

O Pentium 350 é alternativa mais barata para os chips da Intel voltados para PC e também podem ser usado em servidores. Por outro lado, é mais caro se contar com recursos adicionais, como gráficos integrados.

O novo processador atrai 15 watts de potência e pode ser usado em blades, afirma McCarron. No entanto, o processador não substitui os atuais da Intel de baixo consumo [Atom]. Estes são tipicamente direcionados para netbooks e tablets, mas também estão sendo usados em servidores de alta densidade, como os SeaMicro SM10000-64HD que processam transações em nuvem.

Ao focar no novo chip Pentium para servidores, talvez a Intel esteja dando indícios de que também que poderá substituir a marca Celeron, que é o degrau mais baixo de processadores da Intel. Processadores Celeron são usados em desktops de baixo custo e laptops, e em alguns casos, servidores low-end. A não forneceu preços do Pentium 350.
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar