Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE REMOVE SITES DE COMPARTILHAMENTO DE ARQUIVOS DO GOOGLE INSTANT

25/11/2011 01:00:00

O Google tem filtrado termos relacionados à pirataria no seu site de buscas. Agora, a lista de palavras e sites ocultados aumentou, e inclui termos como ?BitTorrent? e ?Rapidshare?, que não vão mais aparecer como sugestões no autocompletar e nem mostrarão resultados no Google Instant, que exibe a lista automaticamente sem que o usuário precise clicar no botão de pesquisar.

De acordo com o TorrentFreak, o bloqueio começou em janeiro deste ano, mas afetava apenas um pequeno número de páginas. Agora, a medida se expandiu para todos os sites de compartilhamento de arquivos mais populares.




Termos como ?thepiratebay?, ?the pirate bay?, ?isohunt?, ?torrentreactor?, ?btjunkie?, ?kickasstorrents?, ?sumotorrent?, ?btmon? e ?extratorrent?, ?4shared? entre muitos outros, não aparecem mais como sugestões no autocompletar e retornam uma página em branco no Google Instant, embora os sites ainda estejam indexados. Isso significa que, ao menos por enquanto, se você clicar no botão de busca, os resultados aparecerão normalmente. O curioso é que alguns desses sites ainda aparecem com a URL completa na caixa de pesquisa, o que faz com que o Google retorne os resultados. Com outros serviços, como o Rapidhsare e o 4shared, por exemplo, isso já não ocorre.

Com a iniciativa, o Google pretende manter uma relação amigável com os detentores de direitos de copyright, em uma atitude que considera válida para reduzir a pirataria na Internet. ?Esta é uma das várias medidas que implementamos para inibir violação de copyright online?, declarou a porta-voz da empresa, Mistique Cano. ?É algo que nós olhamos e pensamos que poderíamos fazer algumas mudanças estreitas e relativamente fáceis no nosso algoritmo de autocompletar que poderiam trazer uma diferença positiva?, complementou.

Para os donos desses sites, a atitude do Google não é tão positiva assim. ?É mais sutil que a censura proposta pelo Protect IP
e pelo SOPA, mas ainda é censura, e começa pequena?, afirmou o dono do IsoHunt, Gary Fung. ?O Google está cada vez mais se tornando um hipócrita Big Brother da Internet.?

Um dos integrantes do Pirate Bay também criticou a medida. ?É só mais um passo para censurar o motor de busca completo sem uma base legal?, criticou. ?Nós também nos perguntamos por que isso acontece quase ao mesmo tempo
em que eles lançam o Google Music ? um serviço no qual eles vendem músicas que, em alguns casos, podem ser encontradas no Pirate Bay.?

Mesmo com as críticas e os negócios legítimos que podem ser afetados pelo bloqueio, o Google afirma que continuará expandindo seus filtros antipirataria.
 
 
 
 
Fonte: Adrenaline

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar