Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PROTOCOLO DO SIRI É DECODIFICADO, E ESPECIALISTA FALA EM VERSÃO ANDROID

17/11/2011 01:00:00

Como já explicado pela Apple, o recurso de assistente pessoal controlado por voz Siri funciona ao se comunicar com um servidor remoto: você fala no seu iPhone, ele envia seu questionamento para um servidor que decifra o que você disse, e então envia instruções ou informações de volta para o seu aparelho.

Mas a desenvolvedora de aplicativos francesa Applidium conseguiu decifrar o protocolo que o iPhone 4S usa para se comunicar com os servidores da Apple. Isso significa que o serviço controlado por voz, que até agora era exclusivo para o iPhone 4S, poderia chegar a outros aparelhos, incluindo telefones com o sistema rival Android, da Google. Anteriormente, uma dupla de hackers havia conseguido rodar o Siri em um iPhone 4 e um iPod Touch, ambos da Apple.

A Applidium conseguiu essa façanha ao usar seu próprio servidor HTTPS e certificados SSL falsificados (que soa como um péssimo problema de segurança). Ao longo do caminho, os criadores de software da França descobriram algumas coisas interessantes sobre como o serviço de voz funciona.

A Applidium alega que o Siri envia dados de áudio comprimido pela rede para o servidor. Os dados de voz que você envia para a Apple são usados vão além de responder seus questionamentos: a ?maçã? dá aos dados uma pontuação de ?confiança? e até mesmo uma marcação de tempo para cada palavra dita.

De acordo com a Applidium, teoricamente ?qualquer pessoa agora poderia escrever um aplicativo Android que use o Siri verdadeiro?. Dito isso, há um obstáculo técnico: para conseguir fazer o Siri rodar em outro aparelho, os servidores precisam ser enganados a pensar que estão se comunicando com um iPhone 4S ? para fazer isso, você precisa de uma unidade extra do UDID (identificador único) do iPhone 4S, o que é algo difícil de conseguir.

Agora, resta saber quanto tempo a Apple vai levar para solucionar essa falha de segurança.

 
 
 
Fonte: PcWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar