Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

EMPRESA DE ENERGIA FRANCESA USOU TROJANS PARA ESPIONAR GREENPEACE

16/11/2011 01:00:00

O chefe de segurança nuclear da EDF foi preso e a empresa francesa de fornecimento de energia condenada a pagar 1,5 milhão de euros depois que foram considerados culpados de espionar os ativistas do Greenpeace usando um vírus trojan (Cavalo de Troia). 

A gigante, que comanda 58 usinas de energia na França e 8 no Reino Unido, foi acusada de começar a espionar em 2006 Yannick Jad, o chefe das campanhas da organização na França. A empresa contratada para executar a espionagem, Kargus Consultants, afirmou que utilizou trojans para atacar o computador de Jadot, roubando 1.400 documentos da ONG relacionados à campanha contra a energia nuclear. 

Em Naterre, a corte condenou o ex-chefe de segurança da EDF, Pascal Duriex e seu assistente Pierre-Paul Franois a três anos de cadeia. O dono da Kargus, Thierry Lorho, também foi condenado a três anos, além de uma multa de 4 mil euros e Alain Quiros, expert técnico recebeu 2 anos de suspensão. 

?As evidências apresentadas no julgamento mostraram que a espionagem feita pela EDF com objetivo de difamar o Greenpeace foi extensiva e totalmente ilegal. A empresa agora deverá prestar contas a respeito da operação de espionagem que foi montada contra seus críticos? afirmou John Sauven, diretor executivo do Greenpeace do Reino Unido. 

O histórico de alguns dos culpados também causou constrangimento: Pascal Durieux foi contra-almirante na marinha francesa antes de trabalhar para a EDF enquanto que Pierre-Paul Francois trabalhava como policial. 

Para completar a intriga, a mesma corte francesa sentenciou Quiros, da Kargus Consultants, a seis meses de prisão e a pagar 4 mil euros por utilizar a mesma técnica de trojan para espionar um laboratório anti-doping francês, supostamente em nome do flagrante feito ao ciclista americano Floyd Landis. O atleta negou a acusação, mas acabou suspenso por 12 meses. 
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar