Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AGENDA DE 2012 DE TI COLOCA REDES SOCIAIS E CLOUD NO TOPO

03/11/2011 01:00:00

A evolução das capacidades do social-networking em sistemas corporativos, e tecnologias que aumentam a produtividade e reduzem o risco, são temas que dominam o "Top Ten Predictions for 2012", estudo conduzido pelo instituto de pesquisas Nucleus Research.

O Nucleus Research, em levantamento anual de tendências que vão pautar os próximos meses, aponta cloud computing como um dos temas de destaque. De acordo com um dos capítulos dos estudo intitulado "The Cloud Development Changes", o instituto observa que a nuvem não só torna o desenvolvimento de software mais rápido, mas que o processo é "mais interativo?.

Ele explica. "Quando as mudanças podem ser feitas em tempo real, as empresas podem implementar uma vez e então adaptar um aplicativo de acordo com as necessidades dos negócios.? A ascensão de desenvolvedores talentosos em ambientes de rede, acrescenta a previsão, será "desafio para os integradores de sistemas tradicionais que recorrem a esses profissionais para o desenvolvimento de projetos big-bang?, aponta o estudo.

A previsão ?número um? da pesquisa aponta como os elementos de rede social defendidos pela Salesforce.com, e outros fornecedores como HubSpot e Yammer, vão conduzir empresas para o aumento de produtividade. 

As companhias mais bem-sucedidas em 2012 serão aquelas que "vão alavancar a tecnologia social para a construção de negócios produtivos", diz a Nucleus. "Elas vão aproveitar o acesso a partir de dispositivos móveis e a colaboração para incentivar os funcionários a trabalhar durante o tempo de descanso?, prevê.

Ascensão do e-mail
Rebecca Wettemann, vice-presidente de pesquisa da Nucleus, aponta que o avanço das redes sociais está no topo da lista das tendências para 2012 e é comparável ao surgimento do e-mail há dez anos. Assim como as mudanças causadas de lá para cá, o instituto de pesquisas acredita que redes sociais serão agentes transformadores.

"Nós descobrimos, de fato, que um dos casos de uso mais comum para aplicações como Chatter e Yammer é para os executivos compartilhar ideias, notícias, resultados e outras informações que normalmente estariam pregadas em um quadro de avisos ou em e-mails em massa?, diz. "As mídias sociais também permitem o financiamento para manter o controle das atividades, como desejos de um cliente ou projeto."

A maioria das empresas hoje está implementando tecnologias de colaboração social que "começam com uma política clara do que deve e não deve ser compartilhado sobre a aplicação. Acredito que veremos mais a adição de ferramentas sociais na lista de comunicação oficial da empresa como aconteceu com o e-mail?, opina.

De acordo com o levantamento, a terceira grande tendência é o uso de ferramentas de gestão empresarial (ERP) a partir de dispositivos móveis. Já a quarta posição é ocupada por aqui o que a Nucleus chama de ?usuários escolhem as maiores em vez das best of breed?, que descreve a tendência de os usuários de TI não mais concentrar o parque em fornecedores que ?oferecem benefícios claros? em vez de commodity, aponta.

A Nucleus argumenta que fornecedores de larga escala como Oracle e IBM ?melhoram a produtividade, oferecendo mais funcionalidades em uma aplicação e permitem que as organizações tenham única fonte de dados?, diz.

A quinta previsão diz respeito à gestão de Big Data. A rápida evolução de ferramentas de análise e o valor para as corporações vão impulsionar esse setor. ?Essa á uma área em que vamos continuar a ver inovação (como integrações, aquisições (como a Netezza pela IBM) e novos produtos com preços competitivos (como o novo appliance de dados da Oracle).?

O sexto tópico aponta que as empresas vão reduzir contratações, enquanto investem mais em TI. Em seguida está o início da década do software inteligente. "Aos próximos dez anos serão baseados no desenvolvimento de software mais intuitivo, integrado, tornando os usuários finais individuais mais produtivos?, prevê o instituto de pesquisas.

A gestão da força de trabalho está posicionada em oitavo lugar. Essa atividade, diz a Nucleus, avançará rapidamente com o auxílio de ferramentas de análises e dados recolhidos em tempo real em postos de atendimento, por exemplo.

Em penúltimo lugar está o investimento em saúde. O avanço dos sistemas de arquivo vão "impulsionar o investimento em dispositivos de captura de dados e serviços", aponta, juntamente com os registros de gestão de aplicações.

Por fim, mostram as previsões da Nucleus, o foco na experiência do usuário. O investimento em gestão do relacionamento com o cliente vai continuar, indica, já que as companhias vão continuar na jornada por conquistar novos clientes e reter os existentes. Além disso, as organizações terão de lidar com as preocupações de segurança "para que os clientes confiem quanto a empresa entrar no universo da mobilidade e social, em que as fronteiras entre pessoal e profissional nem sempre são bem definidas."
 
 
 
 
Fonte: CIO

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar