Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CANAL DA MICROSOFT NO YOUTUBE É INVADIDO E VÍDEOS SÃO APAGADOS

25/10/2011 01:00:00

O canal oficial da Microsoft no YouTube foi mantido sob controle de outro usuário no último sábado (22) e todos os vídeos postados foram temporariamente removidos. O hacker substituiu o conteúdo por outros vídeos afirmando que a companhia estava realizando um concurso. 

?Estamos patrocinando? e ?Faça um tema de fundo para ganhar um Xbox!? eram os títulos dados vídeos falsos, publicados pelo responsável pelo ataque. Enquanto isso, a descrição do canal foi alterada para uma frase que dizia: ?Quer ser patrocinado? Envie uma mensagem?. Uma das mensagens postadas pelo suposto hacker dá uma pista de como o ataque pode ter acontecido. ?Não fiz nada de errado, simplesmente fiz login na minha conta feita em 2006 :/? escreveu. 

Isso sugere que o usuário se registrou quando o site de compartilhamento de vídeos ainda estava no início. A conta foi requerida pela Microsoft, provavelmente alegando razões de marca, porém o e-mail original ainda permitia o acesso ao perfil. Não ficou claro como isso aconteceu, contudo em 2008 o YouTube começou a permitir que os usuários conectassem suas antigas contas com seus endereços do Google. Esse procedimento se tornou obrigatório a partir do início deste ano, e pode estar relacionado à maneira como o antigo usuário obteve acesso à conta da Microsoft. 

Se o endereço de e-mail foi conectado à conta Google utilizada pela Microsoft no YouTube, a pessoa pode ter conseguido a habilidade de realizar um processo de recuperação de senha. ?Se isso for verdade, então é uma mancada colossal do YouTube, que pode preocupar outras marcar conhecidas que estão presentes na rede de vídeos? alerta Graham Cluley, consultor-sênior de tecnologia da Sophos. A Microsoft não comentou a respeito do método utilizado para invadir sua conta, porém já recuperou o controle do endereço e restaurou os vídeos que foram apagados. Enquanto isso, o endereço do usuário que foi apontado como culpado foi apagada por violação das diretrizes da comunidade. 

Esse incidente ocorre pouco tempo depois que o canal da Vila Sésamo no Youtube foi invadido e utilizado para exibir vídeos adultos na semana passada. Para evitar que mais pessoas sejam vítimas desse tipo de ataque, especialistas recomendam que sejam utilizadas senhas fortes e únicas para cada conta, além de prestar atenção nas configurações da conta Google e certificar-se de que não há outros endereços indesejados que possuem acesso à mesma. 
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar