Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ENTENDA AS MUDANÇAS QUE VÊM CAUSANDO TANTAS RECLAMAÇÕES NO FACEBOOK

21/10/2011 01:00:00

O Facebook redesenhou recentemente seu site, mudando as coisas de lugar e adicionando novos elementos. É claro, o Facebook mexe frequentemente em suas funções e essas mexidas frequentemente enfurecem seus fãs.

Desta vez, entretanto, as mudanças fizeram mais do que desagradar.

Uma pesquisa realizada pelo blog de notícias de redes sociais Mashable apontou que 75% dos fãs do Facebook ?odiaram? as mudanças. O novo Facebook se saiu ainda pior na pesquisa do site Sodahead, onde 86% reprovaram as mudanças.

É claro, toda vez que uma empresa com 800 milhões de clientes ativos fizer uma mudança, um percentual previsível deles ficará irritado. Os gritos de protesto se transformam apenas em outra fase apreciada do ciclo. Se você não gosta de mudanças, tecnologia pode ser o campo errado para você.
 

As mudanças do Facebook justificam tanta reclamação? Aqui está uma lista do que surgiu recentemente e do que virá em breve -- e o veredicto de um homem para a validade das reclamações em cada uma.

O Timeline

O novo Facebook Timeline ainda está em teste privado; você, o público, ainda pode demorar algumas semanas para vê-lo. Mas pode vir a se transformar em um exemplo de reclamação infundada, porque é (a) ótimo, (b) opcional e, portanto, não digno de reclamação.

Basicamente, é uma linha do tempo de sua vida, descrita em uma página de rolagem vertical. O presente está no topo; seu nascimento está na base. O Facebook o gera automaticamente, usando suas notícias recentes e eventos de sua vida para preenchê-lo. Quanto mais tempo passa, mais o Facebook condensa os eventos. Você pode expandir ou comprimir manualmente várias fases de sua vida, além de adicionar ou remover eventos manualmente (isso é bom. Caso contrário, todo o período antes de você ingressar no Facebook seria uma grande lacuna tediosa.)

Como a linha do tempo exibe fotos ao lado das notícias e eventos de sua vida, ela pode vir a se transformar em um rico registro visual de sua vida ? ao menos as partes que você deseja tornar pública.
 

Agora, se você é o tipo de pessoa que não vê o apelo do Facebook ? ?Por que vou querer tornar público detalhes íntimos de minha vida pela Internet??? então a linha do tempo apenas aumentará seu desconforto.

 

Mas para os usuários regulares do Facebook, a linha do tempo tem um propósito real. Por exemplo: se você ficou noivo há poucos meses, apenas os usuários regulares do Facebook saberiam. Bem, eles poderiam ficar clicando Mais, Mais, Mais para acessar postagens mais antigas ? mas como saberiam para fazê-lo?

Agora, há uma forma de eles verem o arco de sua vida de uma forma divertida e visual ? uma ferramenta online genuinamente útil que ninguém ofereceu desse modo antes.

Top Stories

A nova função de histórias importantes, por outro lado, não é igualmente bem-sucedida.

Se você não visita sua página do Facebook há algum tempo, você terá perdido muitas atualizações de seus amigos ? algumas podendo até ser importantes. A preocupação do Facebook era que, assim que essas atualizações ficavam para trás, você nem mesmo sabia que elas existiam.

Portanto, quando você acessa o site agora, o Facebook coloca as histórias que considera importantes bem no topo ? as grandes histórias que você não viu, independente de quão velhas sejam. Abaixo dessas postagens ?importantes?, você encontrará a rolagem infinita tradicional da lista cronológica de notícias (antes existiam duas listas semelhantes ? as histórias principais e as histórias recentes? mas era preciso alternar entre elas manualmente. Muitas pessoas nem se importavam e acabavam perdendo informações importantes).

Os fãs do Facebook fazem objeção ao esquema das histórias principais de várias formas. Primeiro, o que é ?importante?? O Facebook diz que seleciona as histórias principais com base em coisas postadas por seus amigos, quantos Gostaram e Comentários receberam, e assim por diante. Mas alguns fãs do Facebook não gostam da ideia de outro ? os algoritmos do Facebook? escolher que histórias estarão presentes na área no topo da página.

Segundo, o conceito das histórias importantes significa que você pode ver histórias postadas há três dias acima de histórias do momento, o que não parece certo.

E terceiro, é simplesmente confuso em um site que já é confuso. Você tem que descobrir que há dois lados diferentes de sua própria página do Facebook: o mural (onde você posta as notícias para seus amigos e fãs e eles deixam recados para você) e o feed de notícias (onde você lê as postagens dos outros). Não há botões com esses nomes, então como você chega a essas páginas? Você clica em seu próprio nome para ver seu mural; você clica no logo do Facebook para ver o feed de notícias.

E agora o feed de notícias está ainda mais subdividido entre histórias principais e histórias recentes: ugh.

Ticker

No lado direito da tela do feed de notícias, há uma nova lista de rolagem de atualizações leves, em tempo real, postadas por seus amigos (ou pelos aplicativos do Facebook que eles instalaram). O ticker permite que você saiba que músicas seus amigos estão ouvindo, quem fez amizade com quem e que amigos clicaram no botão Gostei e do quê. Você pode responder a essas atualizações em uma janela que abre quando você aponta para o ticker, de modo que você não precisa sair de sua página principal.

Em vez de apenas clicar ?Gostei? aqui, você também pode dizer que ?Assistiu?, ?Leu? ou ?Ouviu? ?fornecendo dados ao Facebook que são bem mais específicos do que o genérico ?Gostei?, portanto mais atraente para seus anunciantes.
 

O ticker pode ser interessante para os chocantemente numerosos usuários do Facebook que passam horas por dia no site. Mas se você não dá importância para isso ?por exemplo, se você considera que a constante animação de rolagem é uma distração desagradável quando está tentando ler? você pode ocultá-lo com um clique (a menos que não consiga. Às vezes ele apenas se movia para cima quando eu tentava ocultá-lo; o Facebook confirmou que é um bug, que será consertado em breve).

 

Assinaturas

Muitas das mudanças são apenas atualizações do Facebook. Antes você não podia ver minhas postagens a menos que você fosse meu amigo. Agora, eu posso permitir que as massas ?assinem? meus discursos sem a necessidade de conhecê-las ou de ser amigo delas ?uma ideia que o Facebook alegremente copiou do Twitter.

Listas de amigos

O Facebook também esteve ocupado copiando ideias do Google.

Independente de quantas vezes o Facebook alterasse seus controles de privacidade, eles sempre eram complexos e controversos. O Google explorou recentemente essa fraqueza quando lançou o Google+, seu concorrente do Facebook. Lá, toda vez que você posta alguma notícia, surge um menu pop-up que controla quem verá: família, melhores amigos, colegas de trabalho, todo mundo ou outros. Talvez exija mais esforço, mas é bem claro.

Agora o Facebook funciona da mesma forma. Um novo menu pop-up aparece à direita na caixa ?o que passa pela sua cabeça??, listando todas as listas de amigos que você criar (as listas estão presentes no Facebook há algum tempo, mas em uma forma pouca usada).

O Facebook também inicia com algumas poucas listas inteligentes, composta de pessoas que cursaram a mesma universidade, trabalham na mesma empresa ou pessoas que você marcou como sendo seus melhores amigos.

Assim como no Google+, as listas de amigos são uma ideia simples, excelente. Elas não apenas deixam claro quem verá a atualização, como permitem que o Facebook refaça seus ajustes de privacidade ?mas, desta vez, resultando em verdadeira simplicidade.

Resumindo: as mudanças recentes do Facebook realmente tornam as coisas tanto melhores (Timeline, listas de amigos, assinaturas) quanto piores (histórias principais, ticker).

Se você andou participando da gritaria online, bem, você tem certa razão. Por outro lado, se você odeia a cara nova, veja o lado positivo: é apenas uma questão de tempo até o Facebook mudar de cara de novo.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar