Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ATRIZ PROCESSA AMAZON POR REVELAR SUA IDADE EM SITE DE BANCO DE DADOS SOBRE CINEMA

19/10/2011 01:00:00

Uma atriz americana está processando a Amazon pelo fato de o site IMDb (Internet Movie Database), banco de dados em inglês com informações de filmes, revelar a sua idade verdadeira e por se recusar a remover as referências que citam o nome dela na página. A Amazon é a proprietária do banco de dadosd  As informações são da agência de notícias ?AP?.

A atriz, cujo nome verdadeiro não é citado no processo, está identificada na ação, registrada nesta terça-feira (18), como Jane Doe. As únicas informações concretas sobre a atriz é que ela vive no Texas, é descendente de asiáticos e tem um nome artístico em inglês.

A ação judicial acusa o site iMDb por usar de má fé informações pessoais, após ela ter assinado o IMDbPro (serviço de assinatura do site, que facilita o contato com representantes de atores  e empregados que trabalham em TV). A atriz acredita que a Amazon procurou informações sigilosas de cartão de crédito dela para conseguir a data de nascimento. Ela solicitou que a companhia removesse a informação, mas eles se recusaram.

?Se alguém perceber que a atriz pessoa está chegando aos 40 anos de idade, é quase impossível conseguir um trabalho bom. Diretores, produtores e agentes não dão a mesma oportunidade para essas mulheres [mais velhas], independente da beleza ou do talento dela?, informa a ação.

A atriz ainda informa que ao mesmo tempo em que ela perde oportunidades em função de sua idade, ela também está perdendo trabalhos pela sua aparência jovem.

?A ré passou pela experiência de rejeição em cada papel que exigia pessoas com aparência de 40 anos. Ela não pode participar, pois, fisicamente, ela não tem aparência de quem tem 40 anos?, argumenta outro trecho da ação.

O IMDb e a Amazon, proprietária do site, são acusados de quebra de contrato, fraude e violação de privacidade e das leis de proteção ao consumidor. A ação pede que a companhia pague US$ 75 mil por danos compensatórios e US$ 1 milhão por danos punitivos.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar