Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOVERNO TENTA REABRIR NEGOCIAÇÃO PARA IPAD BRASILEIRO

18/10/2011 01:00:00

Em encontro na semana passada com diretores da Foxconn, a presidente Dilma Roussef e o ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, tentaram reiniciar as conversas para instalação de uma unidade da empresa no Brasil para a produção do iPad e de uma fábrica de displays touchscreen. O presidente da empresa taiwanesa, Terry Gou, presente à reunião, que ainda não está definido como será o financiamento do projeto.

"Pretendemos mesmo investir US$ 12 bilhões, mas não sabemos em quantos anos", disse Gou, sem dar muitos detalhes da conversa. "Podem ser quatro ou seis anos". Segundo o ministro, além da questão financeira há diversos fatores que precisam ser definidos. "O que estamos discutindo é um investimento muito complexo. Haverá mais de uma fábrica, de alta tecnologia, que exige mão de obra, sala limpa classe 1, muita energia e água, logística, aeroporto internacional com voos diários, fibra óptica", disse Mercadante, acrescentando que há seis estados disputando o projeto.

Segundo Gou, é imprescindível que haja um parceiro nacional no projeto, além do BNDES. No encontro, ele foi alertado que o momento é oportuno porque o país está atraindo grandes investimentos externos. "Eles devem ter em mente que a Copa de 2014 é grande alavancadora da venda de equipamentos", disse o ministro, que no entanto evitou fixar prazo para início da fabricação dos aparelhos. Mas Mercadante garantiu, mais uma vez, que até dezembro a Foxconn começará a produzir iPhones e iPads em sua unidade de Jundiaí (SP). "Todas as questões relativas a essa etapa dos investimentos da empresa chinesa estariam superadas. Eles mantém o cronograma para início da fabricação em dezembro".
 
 
 
Fonte: revista ht

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar