Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

COMPUTADOR MAIS RÁPIDO DO MUNDO VAI PESQUISAR ENERGIAS DO FUTURO

13/10/2011

O governo americano pediu à empresa Cray Inc. que crie o computador mais rápido do mundo, batizado de Titan, que será usado nas pesquisas sobre as energias do futuro, informou a empresa.


Em um comunicado divulgado nesta terça-feira, a Cray Inc. anunciou ter assinado um acordo com o governo para melhorar a performance do atual supercomputador do Departamento de Energia (DOE), o Jaguar, que passará a se chamar Titan.


O supercomputador, que fica localizado no Laboratório Nacional de Oak Ridge, Tennessee, do DOE, será equipado com os chips mais recentes das fabricantes californianas Advanced Micro Devices (AMD) e NVIDIA.
 
A performance do Titan será de 2,3 quatrilhões de cálculos matemáticos por segundo, ou 2,3 petaflops. O petaflop é uma medida da velocidade de processamento de um computador que equivale a um quatrilhão de operações por segundo.

A capacidade máxima do supercomputador será de 10 a 20 petaflops, e ele deve começar a funcionar em 2013. Com essa velocidade, será "mais de duas vezes mais rápido e três vezes mais eficiente em termos de energia do que o computador mais rápido atualmente, localizado no Japão", afirmou a NVIDIA.

"Todas as disciplinas científicas poderão se beneficiar desse aumento significativo da potência de cálculo, abrindo caminho para novas descobertas", assinalou o diretor de informática do laboratório, Jeff Nichols, citado no comunicado.

"O Titan será usado em uma variedade de importantes projetos de pesquisa, incluindo o desenvolvimento de biocombustíveis comercialmente viáveis, motores mais limpos, energia nuclear mais segura e energia solar mais eficiente", acrescentou o funcionário.

Segundo o laboratório, a potente máquina será destinada aos biocombustíveis, à biomassa, à forma de consumir mais combustíveis poluindo menos, ao desenvolvimento de novos materiais para células fotovoltaicas, e a prolongar a vida útil das centrais nucleares.
 
 
 
 
Fonte: uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar