Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ACUSADO DE FRAUDE, SITE DE PÔQUER TEM LICENÇA REVOGADA

03/10/2011

O site de pôquer on-line Full Tilt Poker, acusado por promotores federais dos EUA de comandar um esquema Ponzi [no qual investidores são remunerados com dinheiro de novos participantes], teve sua licença revogada, informou a agência reguladora de jogos de azar AGCC (Alderney Gambling Control Commission) nesta quinta-feira (29).

Em um comunicado, a AGCC acusa o Full Tilt Poker de violar seriamente suas regras, o que inclui relatórios falsos, prestação não autorizada de crédito e falha em relatar eventos materiais.

Reprodução
Tela do site de pôquer on-line Full Tilt Poker
Tela do site de pôquer on-line Full Tilt Poker

A comissão afirmou que a licença foi revogada com efeito imediato, seguindo uma suspensão anterior de licenças em junho.

Na semana passada, procuradores federais dos EUA acusaram o Full Tilt de comandar um esquema Ponzi e afirmaram que a empresa pagou a seus diretores mais de US$ 440 milhões enquanto cometia fraude contra os jogadores, mesmo depois da acusação feita contra o site em abril.

As empresas de pôquer on-line Full Tilt Poker, Absolute Poker e PokerStars e mais 11 pessoas, incluindo o diretor do Full Tilt, Raymond Bitar, haviam sido acusados anteriormente de fraude bancária, realização ilegal de jogos de azar e delito de lavagem de dinheiro.

O Full Tilt nega as acusações.

A comissão, no entanto, afirma que a revogação das licenças não significa que o negócio não possa ser reativado sob nova propriedade e gestão.

Nesta sexta-feira (30), o Full Tilt Poker divulgou que o magnata francês Bernard Tapie comprará a empresa e seus ativos.
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar