Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GMAIL TERÁ 10% DO MERCADO CORPORATIVO EM CINCO ANOS, PREVÊ INSTITUTO

21/09/2011

A participação da Google sobre o mercado de e-mail corporativo ronda o 1%, mas, segundo a Gartner, chegará a 10% em cinco anos. Nos últimos anos, a gigante vem ganhando espaço em empresas com mais de 5 mil funcionários, afirma o instituto, que cita vários setores privados e públicos onde o Gmail aumentou sua presença.

A Motorola Mobility (que foi recentemente comprada pela Google), por exemplo, utiliza a solução e conta com 22 mil usuários. A Administração de Serviços Gerais dos Estados Unidos possui 17 mil e também optou pelo Gmail, assim como o estado americano de Wyoming, com 10 mil.

?Estamos assistindo ao início da guerra entre os e-mails baseados na nuvem?, afirma Matthew Cain, analista da Gartner, no estudo em que destaca a ascensão da Google. Por enquanto, esse tipo de produto só responde por 4% do mercado de e-mail corporativo.

A Microsoft liberou o seu Exchange baseado na nuvem ano passado, e, mais recentemente, o Office 365, que expande a aposta da gigante na tecnologia. A Google, por outro lado, vem aprimorando sua plataforma a um ritmo ?alucinante?, afirma Cain, que listou dezenas de mudanças promovidas pela companhia nos últimos 12 meses.

O analista, porém, lembra que há razões para algumas corporações rejeitarem o produto da Google. Algumas delas têm exigências complexas em áreas relacionadas à rede interna e integração entre aplicações, o que pode ser algo além do que o é oferecido pela Google e sua nuvem.

?Aqueles que possuírem sistemas integrados e sofisticados não deverão migrar para a nuvem tão cedo?, diz. ?Falta a ela capacidade de customização?.

Desafio à nuvem
Como resposta à previsão da Gartner, um porta-voz da Microsoft afirmou que, ?apesar do surgimento de outras suítes de produtividade, o Office 2010 se tornou a versão do pacote com as vendas mais rápidas da história?. Ele ainda complementou: ?Temos observado um crescente interesse de empresas de todas as dimensões no Office 365, nosso produto baseado na nuvem?.

Leia mais: Não tememos a computação em nuvem, afirma a Microsoft

Cain, por fim, menciona o que a Google terá de fazer para avançar no mercado. Entre outras coisas, ele fala que a companhia deverá entregar novos recursos seguindo rigorosamente o cronograma apresentado por ela. Outro problema são as falhas de transparência, que afeta as soluções baseadas na nuvem de forma geral.

?A Google se mantém fechada em si mesma, recusando-se a revelar detalhes sobre os códigos que liberam o acesso aos mecanismos do software. Ela informa apenas pequenas informações a respeito de como armazena cópias dos e-mails para que, caso alguma falha ocorra, eles possam ser recuperados.

Recentemente, a companhia de Mountain View anunciou que 4 milhões de empresas já adotaram seu Google Apps, e que, diariamente, 5 mil novos clientes aparecem. Ela, porém, não revelou o tamanho dessas empresas.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar