Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

WEBCAM COM DESIGN INOVADOR DISPENSA COMPUTADOR, MAS AINDA TEM MUITAS FALHAS

09/09/2011

A tecnologia de consumo está repleta de mistérios duradouros.

Por que Wi-Fi é gratuito em hotéis baratos, mas custa US$ 14 por noite nos hotéis caros? Por que você não consegue fazer uma ligação mesmo quando seu celular mostra quatro barras de sinal? Por que empresas conhecidas enviam spam não solicitado, apesar de saberem que seus clientes as odiarão por isso?

Acima de tudo, por que as empresas lançam novos produtos cientes que estão inacabados e cheios de falhas? Elas realmente acham que ninguém notará? Até mesmo avestruzes não enfiam a cabeça tão fundo na areia.

Considere, por exemplo, a Stem Innovations, que teve uma ideia realmente inspirada: consertar tudo o que está errado nas câmeras de segurança pela Internet.

Imagine uma webcam de plástico cujo vídeo você pode assistir de qualquer lugar ?em um browser de Internet, no seu celular ou tablet. Você pode ficar de olho em suas coisas, animais de estimação, filhos ou babá (sim, pessoas realmente fazem isso), sem a necessidade de contratar um instalador ou espalhar cabos.

  • Divulgação

    A Stem tenta copiar a Apple com conceito inovador, design simples e muito fácil de usar

A Stem visa dar uma de Apple com esta ideia: isto é, ver como as outras empresas estragam tudo com complexidade e feiura, e então produzir uma versão classuda, atraente, incrivelmente fácil de usar.

A câmera da Stem, a iZon, é muito menor, mais bonita e menos intrusiva do que suas concorrentes. Ela é um cilindro branco minúsculo, com aproximadamente 7,5 centímetros de comprimento. Ela poderia se passar por um rolinho de sushi desenhado por Jonathan Ive.

Ela se liga magneticamente a uma base branca reluzente arredondada, para que você possa movê-la em diferentes ângulos.

A iZon não exige um computador, o que é uma vantagem imensa. Ela só precisa de uma tomada e uma rede sem fio. Suas concorrentes, enquanto isso, exigem um computador para configuração e, em alguns casos, até mesmo para operar.

Também há uma vantagem de preço; a iZon custa US$ 130, muito menos do que a maioria de suas concorrentes.

Mas se não há um computador envolvido, como você configura e assiste as imagens da iZon? Usando um aplicativo gratuito em um iPhone, iPod Touch ou iPad. Você pode instalar múltiplas iZons por toda a casa e alternar suas imagens com um toque. (Como diz o manual, ?nós recomendamos que não sejam usadas mais do que 200 iZons em uma única rede?. Podem sonhar.)

O conceito é sólido. Sempre que seu aparelho tem um sinal, seja de Wi-Fi ou celular, você pode assistir seu sinal de vídeo doméstico por até cinco minutos de cada vez.

A qualidade da imagem e som é surpreendentemente boa, mesmo em baixa luminosidade. É como se sua sala de estar se transformasse no canal a cabo mais tedioso do mundo.

  • Divulgação

    A iZon dispensa o uso do computador e pode transmitir imagens diretamente ao smartphone

Você também pode gravar toda essa empolgação; 35 segundos são gravados com um toque em um pequeno botão Gravar. Espertamente, a iZon posta esses clipes em sua conta no YouTube, de modo público ou privado. Dessa forma, o armazenamento é gratuito, ilimitado, permanente e acessível por qualquer computador ou telefone.

 

Os sensores de movimento e som funcionam muito bem. Quando a iZon vê algo se movendo em seu campo de visão, quando ela ouve algo, ou ambos, ela posta automaticamente um videoclipe de 35 segundos em sua conta no YouTube. Ela envia uma mensagem de alerta ao seu telefone para avisá-lo. Você pode assistir esses vídeos em um computador ou no próprio aplicativo iZon.

Quando estiver em casa, você pode ajustar essa função. Por exemplo, se carros passando pela rua ou galhos se movendo do lado de fora da janela ficam gerando vídeos indesejáveis no YouTube, você pode desenhar uma caixa na pré-visualização com seu dedo, limitando a detecção de movimento a uma certa parte da cena. Botões deslizantes de sensibilidade permitem que você reduza ainda mais alarmes falsos de áudio e vídeo.

O pessoal da Stem acertou em muita coisa na iZon. O design é excelente, especialmente o preço. As funções estão todas lá; a coisa realmente funciona. A qualidade da imagem e, especialmente, a do som são impressionantes. E todo o conceito ?espiar seu mundo doméstico, a quilômetros de distância? é assustador, poderoso e tranquilizador.

Infelizmente, o software da Stem é uma bola fora.

A Stem faz dois produtos ?a câmera iZon e um despertador inteligente. Por que raios eles amontoaram os controles de dois produtos não relacionados no mesmo aplicativo para iPhone? Isso realmente não faz sentido; a maioria das pessoas não comprará ambos.

E como há apenas quatro ícones primários na base da tela, por que você não pode apertar aquele que você deseja? É assim que funciona em todos os outros aplicativos para iPhone. Em vez disso, você precisa deslizar seu dedo até o ícone que deseja ficar visível em uma espécie de buraco de fechadura. Pessoal, vocês reinventaram uma roda que não precisava ser inventada.

Também há um bocado de bugs. Que tal este? Quando você dá entrada na informação de sua conta no YouTube, o aplicativo Stem muda automaticamente o sinal @ de seu endereço de e-mail para ?%40?. Em outras palavras, se você é bob@gmail.com, o aplicativo insiste que você é bob%40gmail.com. Assim, o aplicativo não consegue acessar o YouTube, de modo que você perde algumas das melhores funções da iZon, como a detecção de movimento e a gravação com um toque.

É possível acessar sua configuração do YouTube e mudar seu nome de usuário para um que não contenha o sinal @, como ?skibunny23?. Mas o YouTube é o coração de todo o produto. Por que a Stem não conseguiu corrigir um bug tão grande?

O aplicativo para iPad é especialmente problemático. É lento, trava, não faz rotação quando você vira o tablet em suas mãos. Em vez de explorar a tela maior, o aplicativo executa o vídeo iZon em uma área pequena, cercada por um oceano de margem preta.

Por um longo tempo eu não consegui fazer a detecção de movimento funcionar no iPad. Após aproximadamente uma hora ao telefone, um representante da empresa descobriu o problema. Lembra de como você pode desenhar uma caixa na cena para indicar que área você deseja que a câmera monitore o movimento? Bem, no iPad, a configuração de fábrica é ?pronto para isto?? ?nenhuma?. A câmera vem configurada para ignorar toda a imagem. Um ladrão poderia levar tudo o que você tem, vestir uma saia de bailarina, dançar a macarena diante da câmera e a iZon permaneceria iZoff.

A iZon também prefere uma rede Wi-Fi rápida e de pouco tráfego; ela gosta da versão 802.11n dos roteadores sem fio. Se a rede esta movimentada ?durante backups, por exemplo? o vídeo poderá congelar por alguns instantes.

A empresa sabe que tem trabalho a fazer. Por exemplo, quando você sintoniza ?ao vivo?, na verdade você está vendo uma cena ocorrida há 20 segundos. A empresa planeja melhorar esse atraso em uma atualização do software. Uma atualização também melhorará a qualidade do vídeo capturado. Futuramente a empresa também pretende vender mais funções e serviços por uma taxa mensal; por exemplo, você poderá assistir vídeo ao vivo por mais de cinco minutos de cada vez.

Outras câmeras oferecem mais funções, mas também possuem suas próprias decepções. Por exemplo, você pode fazer a rotação da Astak Mole (US$ 205) para cima, para baixo, para a esquerda ou direita por controle remoto, mas apenas se estiver usando o Internet Explorer. A câmera precisa estar plugada diretamente no seu roteador de rede, o que limita enormemente sua liberdade de posicionamento. Ela é terrivelmente grande e óbvia; parece uma Bola Oito Mágica com um cabo.

A Logitech Alert 700i oferece vídeo de alta definição e também vem com uma versão para ar livre, com visão noturna em infravermelho. Você pode assistir suas imagens pelo iPhone, Android ou BlackBerry. Mas custa US$ 230. Você precisa de um PC com Windows para configurá-la e controlá-la, além de pagar US$ 80 por ano para assistir remotamente suas gravações ativadas por movimento; apenas uma transmissão ao vivo é gratuita.

Assim, a iZon entra em um espaço competitivo com concorrentes caras, complexas e baseadas em PC. Mas ao lançar uma versão inicial com tantos bugs, a empresa está minando seu próprio argumento primário de vendas: simplicidade sem esforço. Quem sabe, da próxima vez, alguém faça melhor sua lição de casa.
 
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar