Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

WIKILEAKS: INFILTRADOS ON-LINE MUITAS VEZES LEVAM O CRÉDITO POR ATAQUES TERRORISTAS

08/09/2011

Analistas de uma empresa israelense que se infiltra em fóruns on-line para identificar terroristas reivindicam frequentemente a responsabilidade por ataques para reforçar a sua credibilidade, de acordo com mensagens do Departamento de Estado dos EUA vazadas recentemente pelo Wikileaks.

Mensagens de março de 2008 descrevem um encontro entre funcionários da embaixada dos EUA em Tel Aviv e executivos da Hazard Threat Analysis (HTA), uma empresa privada especializada na coleta de informações na Internet baseada e em contra-terrorismo. A HTA mudou o nome para Terrogence há vários anos. Muitos dos analistas da empresa são ex-membros da Unit 8200, grupo de inteligência das forças armadas de Israel.

"A equipe [A] é empregada pela HTA para desenvolver identidades on-line (avatares) em grupos de discussão utilizados ativamente por terroristas potenciais", diz a mensagem. "Algumas dessas identidades foram mantidas durante dois anos ou mais."

Segundo as mensagens, os analistas da HTA fazem falsas afirmações nos grupos de discussão para ganhar a confiança dos verdadeiros terroristas.

"Analistas da HTA reivindicam frequentemente a responsabilidade por recentes ataques terroristas, como forma de estabelecer a credibilidade em grupos online, usando o conhecimento técnico de tais eventos na região", diz a mensagem, citando uma conversa em separado entre autoridades dos EUA e um analista da Inteligência de Defesa de Israel (IDI).
 
 
 
 
Fonte: IDgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar