Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT É PROCESSADA POR COLETAR DADOS DE USUÁRIOS DO WP7

05/09/2011

Um usuário do Windows Phone 7 entrou com um processo contra a Microsoft, alegando que a empresa coleta dados de usuários de telefones móveis sem seu conhecimento.

De acordo com a ação judicial de Rebecca Cousineau, de Seattle, os dados, incluindo informações de localização, são coletados a partir de aparelhos WP7 como o HTC 7 Mozart e o Samsung Omnia 7 quando a câmera do aparelho está ligada, mesmo que o usuário tenha escolhido não gravar seus dados.

Em sua denúncia, Rebecca pede uma ação que impeça a Microsoft de coletar os dados, assim como uma punição para a companhia.

Até o fechamento desta reportagem, a Microsoft não havia se pronunciado sobre o processo.

A ação judicial também alega que a empresa enganou o Congresso neste ano quando afirmou que não coletava dados de usuários móveis sem permissão, de acordo com informações da Reuters.

Em uma carta de resposta aos questionamentos de vários membros da Casa dos Representantes (OQ), a Microsoft admitiu que ?coleta informações limitadas necessárias para determinar a localização aproximada de um aparelho?. Mas completou dizendo que ?a coleta é feita sempre com o consentimento expresso do usuário e o objetivo de nossa coleta é nunca rastrear onde um aparelho específico esteve ou para onde está indo.?

A Microsoft coleta dados de localização dos usuários para entregar ?experiências úteis e relevantes para os usuários, como opções locais de filmes, direções para chegar uma cafeteria próxima ou para encontrar uma festa de amigos?, diz a carta.

Microsoft, Apple, Google e Nokia apareceram em uma audiência congressional realizada neste ano sobre práticas de coleta de dados por fabricantes de sistemas operacionais móveis, como iOS, Android e o já citado WP7. O fórum seguiu revelações de pesquisadores de que a Apple estava coletando dados de localização de usuários de iPhone sem seu consentimento. Os pesquisadores descobriram que os dados, reunidos a partir de torres celulares, estavam sendo colocados em um arquivo desprotegido no telefone do usuário e copiados para o seu computador quando era feita a sincronização de dados entre o gadget e o programa iTunes, da Apple. Esse problema acabou sendo resolvido pela companhia a versão 4.3.3 de seu sistema móvel iOS.

Após essas revelações da ?maçã?, a Google admitiu que também coletava dados de telefones rodando seu sistema Android. 
 
 
 
 
Fonte: IDGNow
 
 

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar