Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BIBLIOTECA NA NUVEM CRIA NO BRASIL O EMPRÉSTIMO DE E-BOOKS VIA INTERNET

02/09/2011

Uma biblioteca na nuvem. Esse é o serviço que a Gol Editora lança hoje, 1.º de setembro, durante a XV Bienal do Livro Rio, evento que ocorre até dia 11/9 no Riocentro, no Rio de Janeiro. Chamada de Nuvem de Livros, a novidade - disponível inicialmente para portadores de senhas, mas que estará aberto ao público em questão de dias - já nasce com um acervo de 3 mil títulos, escolhidos sob a curadoria do escritor Antônio Torres, e um público potencial inicial de 80 milhões de leitores.

?Nós estávamos pesquisando esse tipo de plataforma havia algum tempo?, diz o diretor de relações institucionais do Gol Grupo, Roberto Bahiense. ?Eis que, no fim do governo Lula, veio a obrigação legal de que, até 2020, toda escola deverá ter uma biblioteca física com pelo menos um livro por aluno. Achamos que a realidade brasileira não vai se preparar para esse desafio legal. Imagine toda uma sala de aula ter de compartilhar um único exemplar.?

A visão da Gol foi conceber um local virtual que pudesse permitir o acesso às mais importantes obras de autores nacionais e estrangeiros ? daí a escolha de Antônio Torres, autor de 12 livros e ganhador do Prêmio Jabuti, como curador.

?O enfoque é o mesmo do de uma biblioteca, só que virtual?, explica o escritor. ?Nós não vamos vender livros; as pessoas leem e depois devolvem para a nuvem. É um projeto que tem uma preocupação educacional, que pode atingir escolas, universidades e o público em geral?, conta.

Parcerias
Para dar corpo à Nuvem de Livros, a Gol procurou parcerias com editoras e empresas. ?Nos propusemos a receber seus acervos em PDF e oferecê-los em um ambiente seguro, que pudesse ser consultado por meio dos mais variados tipos de equipamento?, relembra Bahiense. Entre as editoras que aderiram ao projeto e compõem seu acervo inicial estão Ediouro, Nova Fronteira, Moderna, Conrad e Ibep-Nacional, entre outras.

A Nuvem de Livros está organizada em estantes, tal como uma biblioteca, explica Torres. Mas o escritor confessa dedicar carinho especial aos Clássicos da Literatura, uma das coleções criadas na Nuvem. ?Ela abrange dos primórdios à contemporaneidade?, diz. Há obras de Lima Barreto, Augusto dos Anjos, Martins Pena, Gregório de Matos, Lewis Carroll, Franz Kafka, Mark Twain, Molière e Shakespeare, entre muitos outros.

Do lado dos empresários, as parecerias vieram de companhias como Vivo e Itautec ? as duas vão embarcar a Nuvem de Livros nos equipamentos que comercializam, atingindo potencialmente 40 milhões de usuários -, além de jornais como O Globo e O Estado de S.Paulo, que a partir de outubro oferecerão o serviço a seus assinantes.

Escolas
A intenção da Gol Editora é oferecer a Nuvem de Livros a todos os interessados ? pessoas, famílias e instituições -, mas as escolas terão atenção especial. ?Para escolas, a adesão custará cerca de 1 real por aluno, por mês, e ele poderá acessar o acervo de qualquer lugar?, cita Bahiense. Nessa situação, o professor poderá, por exemplo, acompanhar a leitura dos alunos. ?Ele saberá se o aluno baixou o livro, quantas páginas leu e quanto tempo dedicou à leitura, por exemplo?, diz.

O acesso do público em geral à Nuvem de Livros ? e sua divulgação maciça - tem início previsto para o próximo 19 de setembro. Segundo a editora, o custo da adesão deverá variar de 1 real a 4 reais por mês, com pagamento por boleto ou cartão de crédito -o que incluirá o direito à consulta de todo o acervo pelo tempo contratado. ?O preço pode variar de acordo com o tipo de licenciamento, mas em nenhuma hipótese vai superar os 48 reais anuais?, garante o diretor.
 
 
 
 
Fonte: IDgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar