Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CAMPANHA DO FÓRUM STBVD REFORÇA GRATUIDADE DA TV DIGITAL

24/08/2011

O Fórum SBTVD vai subir o tom. A partir de 1º de setembro, as emissoras de TV aberta que associadas á entidade começam a veicular a terceira campanha promocional dos sistema brasileiro de TV Digital. E dessa vez o foco será a gratuidade da alta definição nos canais abertos e a interatividade local, "quando o telespectador dialogo com o televisor", mas não com a emissora.

A campanha foca nas principais dúvidas enviadas pelos telespectadores para o site www.dtv.org.br, que explica o funcionamento da TV Digital desde o seu lançamento, há 4 anos. "Percebemos que os consumidores continuam tendo dúvidas básicas, como o que caracteriza a TV Digital", comenta Liliana Nakanechnyj, coordenadora do módulo de Promoção do Fórum SBTVD. "Por isso, os três filmes da campanha reforçam que além da melhor qualidade de som e imagem, ela é gratuita. Ninguém necessita pagar uma assinatura mensal para receber os canais abertos em alta definição", diz ela.

Por isso, a campanha deste ano reforça o mesmo slogan de um dos filmes da campanha de 2010: "TV aberta digital: É para você, é de graça, é bom de ver."

Um dos filmes ressalta o fato de que ao comprar um televisor HDTV com conversor digital integrado, identificado pelo selo DTV, a única coisa que o consumidor precisa para ter acesso aos canais da tv aberta em alta definição é uma antena UHF. "O objetivo é levar o consumidor a diferenciar a TV Digital da IPTV", diz Roberto Franco, presidente do Fórum SBTVD, que ressalta a complementariedade dos dois sistema. "É preciso que fique claro que o IPTV, que necessita da conexão internet de banda larga, não compete com o sistema de tv digital terrestre. No fundo, o que o consumidor quer é ter os dois no seu televisor", completa, lembrando que o mercado deve caminhar nessa direção.

Segundo números oficias divulgados hoje pelo Fórum SBTVD no Congresso SET, que acontece no Centro de Exposições Imigrantes, o Brasil deve encerrar 2011 com 16 milhões de televisores com conversores digitais integrados. A expectativa é de que esse número suba para 28 milhões em 2012. "A campanha foca na TV com conversor embutido porque ela é, hoje, o produto demandado pelo consumidor. Não falamos em conversor porque não há uma demanda aquecida por eles. As TVs com conversores são o objeto de desejo hoje", explica Liliana Nakanechnyj.

Nas contas do Fórum SBTVD, existem no mercado 257 modelos de TVs com conversores integrados, 39 deles com capacidade para interatividade; sete modelos de conversores, um deles com interatividade; 21 modelos de celulares com receptor do sinal digital; cinco modelos de dongle USB; seis modelos de TVs portáteis; três modelos de notebook com receptor integrado; e vários receptores para veículos.

Captam o sinal digital transmitido em 70 cidades brasileiras, que chegam a 480 municípios do pais, onde residem 46% da população brasileira. "O grande desafio agora é a interiorização do sistema", comenta Roberto Franco. Segundo ele, há mais conteúdo HDTV já disponível nos canais abertos hoje, no Brasil, do que nos quatro primeiros anos de transmissão digital no Japão e nos Estados Unidos.
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar