Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

MICROSOFT ALTERA BUSCA DE PRODUTOS DO BING

17/08/2011

A Microsoft fez mudanças no motor de pesquisa do Bing Shopping para acelerar e simplificar o processo para para encontrar produtos no serviço. As opções de filtro utilizadas para especificar os resultados de acordo com critérios como categoria, marca e estilo dos produtos, que anteriormente eram exibidos apenas na página de resultados, irão também aparecer em uma lista drop-down, abaixo da caixa de pesquisa, assim que os usuários digitarem os termos.

A empresa espera que essas mudanças ajudem os compradores a refinar mais rapidamente suas buscas, antes mesmo de finalizar a consulta, levando os usuários para a página de resultados, conforme afirmou em um post nesta segunda-feira (15/8). Além disso, o Bing agora possui uma nova ferramenta de filtro que permite exibir apenas os produtos que tiveram cortes nos preços, assim como mostrar mercadorias de uma loja específica.

A companhia de Redmond também aumentou a flexibilidade das listas do Bing Shopping, permitindo que os usuários as criem e compartilhem com seus contatos no Facebook. Outras novidades ficam para a possibilidade de criar múltiplas listas (anteriormente só era possível criar uma) e compartilhadas com apenas alguns contatos selecionados pelo usuário - antes, ela era exibida para todos os amigos. A Microsoft disponibilizou a conexão da rede social de Mark Zuckerberg com o serviço de compra online em abril.

Há anos a Microsoft tem tentando por anos nivelar sua participação na áreas de pesquisas por meio de investimentos pesados no Bing e com grandes parcerias como o acordo com o Yahoo e a integração com o Facebook, no entanto o Google continua dominante na área de pesquisas, tanto em anúncios quanto em utilização.

Nos EUA, durante o mês de julho, o Google ficou com 65% da parcela de mercado das pesquisas, seguido a uma boa distância pelo Yahoo, que ficou com 16,1% e, finalmente pelo Bing, que conquistou o terceiro lugar com 14,4%, de acordo com a comScore.
 
 
 
 
Fonte: Idgnow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar