Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE PODE AUMENTAR SATISFAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA MOTOROLA

17/08/2011

Pesquisa recente, realizada realizada pelo Glassdoor [um website voltado para carreiras e empregos] com membros de sua rede social, sugere que muitos empregados da Motorola devem ter ficado entusiasmados com a notícia de que a companhia em que trabalham será comprada pelo Google. O levantamento totalizou 600 funcionários das duas companhias.

A conclusão do estudo teve como base as respostas dos funcionários sobre a satisfação em trabalhar em cada uma das companhias. Os resultados foram mais positivos para a Google em relação ao contentamento de seus colaboradores. 

Os funcionários foram convidados para avaliar suas companhias dando notas que variam de cinco, muito satisfeito, a um, muito insatisfeito. A média dos funcionários para Motorola foi de 2,9. Para o Google, 3,9.

Houve uma diferença ainda maior quando foi pedido  para classificarem seus respectivos CEOs. Larry Page, da Google e Sanjay Jha, da Motorola. Page obteve índice de aprovação de 97%; Jha, apenas 47%.

Um funcionário Motorola escreveu: "Muitas mudanças ocorreram desde o início da era Sanjay Jha. As demissões foram profundas e pesadas nos últimos anos, afastando muitos talentos, que tinham muitos anos de casa".

Outro comentou sobre o estresse de trabalhar em uma indústria cada vez mais competitiva, e de desafios consideráveis. "A Motorola está passando por uma grande concorrência em todos os setores. As pessoas estão sob o muito estresse em relação ao emprego", escreveu outro funcionário.

Mas trabalhar no Google não isenta o funcionário de stress. "A empresa cresceu tanto que a concorrência é maior, portanto, limitando as promoções", escreveu um empregado da Google. Outros sentem que sua contribuição para o sucesso da empresa é obscurecida, ou ignorada.

"Como a promoção é aprovada por um comitê, significa que é mais difícil obter reconhecimento para um projeto desconhecido ou para um trabalho que faz a manutenção de coisas importantes do que trabalhar para os projetos tidos como ?atraentes? ?, escreveu um empregado.

É uma empresa exigente. "Ritmo muito veloz, com uma cultura corporativa orientada para alto desempenho ", observou outro. "É fácil ser demitido. São muitas horas gastas num trabalho com padrão de exigência muito alto. Tem forte orientação para o trabalho em equipe. (Não é necessariamente ruim) mas para pessoas que valorizam o individualismo, a Google não é para você."

Google ainda tem a sua maior pontuação em relação à "moral dos empregados" com uma classificação dada pelos funcionários de 4,1. Marcou 3,9 para ?comunicação?, benefícios e no equilíbrio entre vida familiar e profissional. A Motorla atingiu 2,8 com ?moral dos empregados?, 3,3 com benefícios e 3,7 em conciliação vida profissional e família.




Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar