Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

DESCOBERTO ´FÓSSIL VIVO´ DE ENGUIA

17/08/2011

Uma nova espécie de enguia, descoberta no arquipélago de Palau, no Pacífico, está sendo chamada de "fóssil vivo" por sua semelhança com as enguias primitivas, que viveram há 200 milhões de anos, revela um estudo divulgado nesta quarta-feira.

A enguia, descoberta no ano passado a 35 metros de profundidade por um pescador submarino, é pequena (até 9 cm), de coloração castanha e apresenta poucas características anatômicas comuns às enguias atuais, reunidas em 819 espécies de 19 famílias.

A nova enguia apresenta várias semelhanças com as enguias primitivas - como a cabeça grande e o corpo curto - que viveram na era mesozoica, quando os dinossauros reinavam na Terra.

A descoberta foi considerada tão excepcional que a enguia está classificada como uma espécie a parte, Protoanguilla palau, e como única representante de uma nova família: Protoanguillidae.

Outros espécimes da Protoanguilla palau, com entre 6 e 9 cm, foram capturados em março de 2010 por uma equipe dirigida por Masaki Miya, do Instituto e Museu de História Natural de Chiba, no Japão.

A análise de DNA permitiu identificar que lugar estes peixes ocupam na história genética das enguias.

O termo "fóssil vivo", empregado por Charles Darwin em seu livro "A origem das espécies", é utilizado para descrever espécies que sobreviveram milhões de anos aproveitando nichos ecológicos estáveis que não exigiram evolução.

O estudo foi publicado na revista científica britânica "Proceedings of the Royal Society B".
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar