Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CABOS HDMI: EXISTEM DIFERENÇAS?

12/08/2011

 
 

Já entramos em reta final de fechamento da edição de setembro da revista HT&CD e um dos assuntos que iremos abordar é sobre HDMI. Como se trata de uma interface em constante evolução, não é de surpreender a quantidade de e-mails que chegam com as mais variadas perguntas. Uma das questões levantadas pelos leitores diz respeito à qualidade dos cabos, se realmente existem diferenças ou se as empresas apenas exageram no marketing. O bom número de avaliações que fazemos por aqui no ajuda a entender um pouco e esclarecer esse tipo de dúvida.

Na maioria das vezes, a superioridade de um cabo mais caro de até 2m pode não ser observada na qualidade da imagem, porém, é notória em cabos de longas metragens. Esses exigem maior cuidado em sua construção geométrica com blindagem mais eficiente e melhor seleção de materiais, como o cobre com maior grau de pureza. Embora não seja uma regra, fabricantes desconhecidos, cuja procedência seja difícil saber, podem produzir cabos de 15m de comprimento com condutores ordinários de mesmo diâmetro utilizado em modelos de 2m, por exemplo.

De acordo com especialistas, essa economia imprudente gera lentidão de resposta e falhas de comunicação. O resultado prático disso: interrupções constantes na imagem e uma ligeira perda de nitidez. Não é por acaso, que as marcas mais conceituadas investem em estudos e desenvolvimentos com objetivo de prever todos os percalços capazes de interferirem na integridade dos sinais transmitidos.
 
 
Fonte: Planet Tech

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar