Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AMAZON LANÇA LEITOR DE E-BOOKS ´PARA A NUVEM´

11/08/2011

A Amazon.com anunciou nesta quarta-feira (10/8) uma novidade que deverá deixar seu app Kindle Reader obsoleto. Trata-se do Kindle Cloud Reader, um leitor para e-books feito com HTML5 e, portanto, utilizável em navegadores web.

"Por mais de dois anos a Amazon tem oferecido uma ampla seleção de apps de leitura Kindle que permitem aos consumidores ´comprar uma vez, ler em qualquer lugar´", afirmou a empresa, em comunicado. "Hoje anunciamos o Kindle Cloud Reader, que utiliza HTML5 e permite a leitura de e-books Kindle usando apenas seu navegador."

Segundo a Amazon.com, a versão web do Kindle Reader traz todas as funções do app de mesmo nome. O Kindle Cloud Reader sincroniza sua estante com a biblioteca Kindle, lembra a última página lida e guarda marcadores, notas e grifos.

Na web, com o livro armazenado "na nuvem", a leitura ocorre instantaneamente. Contudo, os livros também podem ser guardados localmente, para leitura offline.

Há um porém. O Kindle Cloud Reader funciona atualmente apenas nos navegadores Safari (nas versões para iPad e desktop) e Chrome. Ao tentar abrir o site www.amazon.com/cloudreader no Firefox, por exemplo, o usuário verá a mensagem "Seu navegador web ainda não é suportado. Baixe o Chrome ou o Safari." Safari, da Apple, e Chrome, da Google, são os navegadores utilizados em quase todos os tablets disponíveis para venda.

Uma vantagem é que, segundo a Amazon.com, o Kindle Cloud Reader para o iPad foi projetado para aproveitar o tamanho e a interface de toque do tablet da Apple. Além disso, sem deixar o app os leitores poderão comprar mais títulos na Kindle Store. "Eles encontrarão uma experiência de compra única e imersiva construída especialmente para o navegador Safari do iPad", ressaltou a empresa.

De acordo com a empresa, a Kindle Store tem cerca de 950 mil e-books, muitos deles grátis.

A Amazon.com promete incluir nos próximos meses mais opções de navegador, como Internet Explorer, Fifefox e o navegador do tablet BlackBerry PlayBook, além de outros navegadores móveis.

 
 
 
Fonte: PCWorld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar