Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

LINKEDIN ELEVA PREVISÃO DE RECEITA ANUAL APÓS FORTES RESULTADOS

05/08/2011

O LinkedIn está apostando que sua receita em 2011 crescerá mais rápido que o esperado. O site de contatos profissionais acaba de dar a largada em sua tentativa de provar que pode cumprir a promessa de sua bem-sucedida oferta inicial de ações (IPO, em inglês).

O LinkedIn --usado por profissionais à procura de emprego, contatos e empresas que buscam pessoas qualificadas para preencher vagas-- foi a primeira rede social proeminente dos Estados Unidos a ter seus papéis negociados publicamente.

O valor da ação da companhia mais que dobrou em relação ao preço do seu IPO no primeiro dia de negociações na Bolsa de Nova York, em maio, preparando o apetite de investidores para uma oferta pública de ações do Facebook.

Os primeiros resultados financeiros da companhia desde sua estreia na bolsa em maio são levados especialmente em conta por investidores. Eles podem dar pistas sobre uma possível valorização exagerada do papel --cujo valor estimado é de 30 vezes superior ao das vendas.

A companhia californiana alertou que não será tão lucrativa em 2011, conforme direciona fundos para sua expansão --contratando representantes de vendas que saem a campo e lançando novos produtos. Mas investidores deixaram de lado tais preocupações no momento.

A ação da companhia ainda está sendo negociada a um preço muito acima dos 45 dólares do IPO, apesar de persistentes preocupações quanto a uma bolha nas empresas de Internet, reminiscência da ocorrida no fim dos anos de 1990.

Agora, a empresa precisa continuar a impulsionar seu crescimento, tanto encorajando seus membros a usar o site consistentemente quanto buscando novos usuários no mercado internacional, enquanto o mercado de trabalho dos EUA se esforça para sair de uma crise profunda e persistente.

O LinkedIn previu receita no terceiro trimestre de 121 milhões a 125 milhões de dólares, acima da projeção média de analistas de 111,8 milhões de dólares. E a companhia prevê receita de 475 milhões a 485 milhões de dólares em 2011, novamente acima da previsão de 467,7 milhões de dólares.

A empresa afirmou que sua receita no segundo trimestre saltou 120 por cento, para 121 milhões de dólares, ultrapassando a previsão média do mercado de 104,73 milhões de dólares, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

O lucro líquido no segundo trimestre subiu ligeiramente de 4,3 milhões de dólares há ano para 4,5 milhões de dólares. Excluindo itens extraordinários, o LinkedIn lucrou 0,04 dólar por ação, superando previsões de perda de 0,03 dólar por ação.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar