Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SEGURANÇA E RESISTÊNCIA ELEVAM PREÇO DE LAPTOPS CORPORATIVOS

01/08/2011

Notebook corporativo ThinkPad X1, da Lenovo, que não sai por menos de R$ 6.499

Quando você estiver escolhendo o seu próximo notebook, uma categoria vai fazer você sorrir com as configurações e chorar com o preço. Ela é voltada ao mundo dos negócios, para gente que manda comprar e entrega a conta para o patrão.

É a categoria dos notebooks corporativos. Seus preços são altos. O ThinkPad X1, da Lenovo, por exemplo, não sai por menos de R$ 6.499.

Para tentarem explicar isso, os fabricantes apontam para alguns fatores. Um deles é o material usado nos aparelhos corporativos, normalmente mais leves, como fibra de carbono, fibra de vidro e liga de magnésio.

Divulgação
Notebook corporativo ThinkPad X1, da Lenovo, que não sai por menos de R$ 6.499
Notebook corporativo ThinkPad X1, da Lenovo, que não sai por menos de R$ 6.499

O mantra mais repetido pelas empresas é o da segurança e da resistência. "O notebook precisa suportar quedas, ter um teclado resistente ao derramamento de líquidos e proteção adicional para o LCD", diz Luciano Beraldo, gerente de produtos da linha ThinkPad, da Lenovo.

Além disso, alguns desses equipamentos têm leitores biométricos, para maior controle sobre quem acessa os dados.

Na parte do software, os equipamentos corporativos costumam vir acompanhados de programas caros, que permitem, entre outras coisas, acesso remoto e criptografia das informações.

Mas poderia um computador doméstico ser usado no mundo corporativo? "Um profissional poderia sobreviver com um notebook comum", diz Andrew Goldman, diretor comercial e de marketing da Acer Brasil.
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar