Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

HACKERS PEDEM BOICOTE A SISTEMA DE PAGAMENTO ONLINE APÓS PRISÕES NOS EUA

28/07/2011

Os grupos hacker Anonymous e LulzSec divulgaram na noite desta terça-feira (26) um comunicado pedindo que os usuários do PayPal, serviço de pagamento online, deixem o site de comércio eletrônico. O motivo da ação foi a prisão de membros do grupo que, supostamente, estavam envolvidos em um ataque hacker ao site americano no ano passado.

No documento, os grupos hackers também pedem que os usuários após cancelarem a conta, postem no Twitter a tela confirmando a desistência de uso do serviço.  ?O primeiro requisito para que você seja realmente livre é não confiar em uma empresa [PayPal] que congela contas quando ela quer, ou quando é pressionada pelo governo dos Estados Unidos?, diz o comunicado, em inglês, dos grupos.

Na semana passada, o FBI (polícia federal americana) prendeu 14 suspeitos de participarem de um ataque de negação de serviço (quando uma página é exposta a um número massivo de acessos a ponto de ela sair do ar) contra o PayPal no fim de 2010. A tendência é que a polícia americana efetue ainda mais prisões. De acordo com a versão eletrônica revista americana "Wired", o FBI tem uma lista com os mil endereços IPs que mais prejudicaram o acesso ao serviço online de pagamento.

A principal insatisfação do grupo é com o fato de a lei ser aplicada de forma severa ? caso sejam condenados, cada um deverá pagar uma multa de US$ 500 mil e ficar até 15 anos na prisão. ?O que o FBI precisa aprender é que há uma grande diferença entre fazer parte de um coro e controlar uma grande rede de computadores zumbis?, diz o comunicado publicado nesta quarta (27).

O grupo entende que os ataques são uma forma de protesto, e não um crime, apesar de deixar fora do ar o site atacado.

O assunto repercutiu em redes sociais fazendo com que o termo #oppaypal (Operação PayPal) chegasse aos assuntos mais comentados do mundo no Twitter na manhã desta quarta-feira (27).

Vários usuários estão reclamando no Twitter que, ao tentarem fechar a conta deles no PayPal, o site apresenta uma página em branco, impossibilitando a efetivação do desligamento. ?O PayPal está começando a colocar uma página em branco na área do site para fechar a conta?, postou um usuário em inglês. O PayPal ainda não se manifestou sobre o ocorrido.

Velhos conhecidos

No ano passado, o grupo hacker Anonymous dirigiu ataques a vários serviços de pagamento internacionais como PayPal, Mastercard e Visa. O motivo da empreitada na época era protestar contra o fato dessas companhias terem congelado as doações feitas ao Wikileaks, serviço online de vazamento de informações, durante a prisão de Julian Assange, jornalista responsável pelo site.

O PayPal foi um dos primeiros alvos do grupo por ter sido o serviço que tomou a dianteira na decisão de bloquear os fundos. Após o serviço de pagamentos, outros, como Mastercard e Visa, também começaram a fazer o mesmo.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar