Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CHINESES ZOMBAM DE DECLARAÇÃO DO GOVERNO SOBRE CENSURA À WEB

12/07/2011

Declarações de um funcionário do governo chinês de que os controles ocidentais sobre a Internet são muito mais onerosos que os da China deflagraram uma onda de zombarias pelos internautas chineses, há muito acostumados a restrições quanto ao que podem dizer e ver online.

A China proíbe o acesso a diversos sites, por variadas razões, entre eles Facebook, Twitter e YouTube, temendo que o intercâmbio irrestrito de imagens e informações possa causar instabilidade social e prejudicar a segurança nacional.

O governo também mantém sob estreita vigilância aquilo que se diz em sites como o popular serviço de microblogs Weibo, apagando textos ou imagens que incomodem os censores.

Mas Zang Jiebin, vice-prefeito de Xiamen, uma cidade no sudeste da China, declarou em uma conferência no final de semana que os chineses na verdade tinham sorte por viver em um país no qual a Internet é tão livre.

"A fiscalização e a administração da ideologia e das novas mídias nos países ocidentais é muito mais severa do que na nossa China", teria dito o funcionário, de acordo com o jornal Southern Metropolis Daily.

Na Alemanha, por exemplo, as pessoas comuns enfrentam dificuldades para usar a Internet devido à burocracia governamental e ao alto custo, acrescentou Zang.

Os internautas chineses não demoraram a criticar a declaração de Zang, que foi rapidamente difundida na rede.

"Ele confundiu a Alemanha com a Coreia do Norte?", escreveu "Kuangdaishandong" no Weibo, se referindo a um país que tem controles ainda mais severos que os chineses sobre a Internet.

"Será que deveríamos agradecer ao nosso país por nos deixar conectar? Quando poderemos usar o Twitter sem ter de saltar sobre o Grande Firewall da China?", questionou "Shuangzhouziri".

As restrições chinesas ao uso da Internet causaram atritos com Washington, mas os chineses aprenderam a contornar a censura usando jogos de palavras e trocadilhos, e se divertem em zombar de funcionários corruptos ou daqueles que fazem declarações controversas.

"Será que os alemães que vivem em tamanha miséria precisam que os libertemos?", escreveu em tom de piada o blogueiro Wang Zheng.
 
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar