Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

POLÍCIA ITALIANA DENUNCIA 15 PESSOAS POR PARTICIPAÇÃO NO GRUPO HACKER ANONYMOUS

07/07/2011

A polícia italiana informou ter conduzido 15 suspeitos de participar do grupo hacker Anonymous à Justiça por acusações de acesso ilegal e danos a sistemas de informação, além de interrupção de serviço público, informaram os jornais italianos nesta quarta-feira (6/7).

Na terça-feira (5/7), mais de 30 operações de busca e apreensão foram feitas na Itália e na Suíça. A polícia afirmou que os suspeitos têm idade entre 15 e 28 anos e que o alegado líder do grupo era um italiano de 26 anos que morava na Suíça e usava o apelido Thre.

O grupo é acusado de ataques de negação de serviço a sites de empresas e instituições, incluindo o Senado, a Câmara dos Deputados e as autoridades de Comunicações. Entre as vítimas desses ataques estão o fabricante de armas Finmeccanica, o banco Unicredit e a empresa de energia ENI.

Os ataques eram geralmente ligados a controvérsias associadas às empresas e instituições, afirmou a polícia. Os suspeitos poderão enfrentar processos civis por danos às vítimas.

"Há muitas formas de expressar descontentamento, mas aqui nós temos crimes que resultaram em prejuízos sérios", disse o chefe da Polícia Postal e de Telecomunicações da Itália, Antonio Apruzzese, ao diário La Repubblica.

O braço italiano do Anonymous emitiu um comunicado em que nega que sua estrutura tenha sido desmantelada e seus líderes, presos. "O Anonymous não tem líderes, não tem estrutura. Todos os membros do Anonymous operam no mesmo nível", afirmou. "Nosso protesto continuará, mais alto que nunca."
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar