Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

UNIVERSIDADE GANHA US$250 MIL DA MICROSOFT PARA ADOTAR OFFICE 365

07/07/2011

A Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, está abandonando a suíte de escritório Lotus Notes e adotando o Office 365, versão na nuvem do renomado pacote. Para ajudá-la na migração, a Microsoft não poupou esforços: presenteou a nova parceira com 250 mil dólares em incentivos. É o que diz a página da instituição, pelo menos.

?Microsoft está nos concedendo 250 mil dólares em Fundos de Incentivos para Negócios, de modo a nos ajudar na troca do Lotus Note pelo Office 365?, diz o texto que explica a decisão. ?O auxílio será importante para consultas e licenciamentos, levando grande parte dos nossos computadores à plataforma da Microsoft. Também o utilizaremos para pagar o Suporte Premium, que abrangerá desde o e-mail da Universidade a todos os aplicativos do Office?.

Naturalmente, os clientes que compram da gigante no atacado conseguem alguns privilégios nas negociações ? instituições de ensino, normalmente, conseguem ótimos negócios. O serviço básico do Google Apps para escolas, por exemplo, é gratuito, e há descontos para incrementos de segurança. A novidade no caso de Nebraska é que é os abatimentos não costumam ser revelados por algumas das partes.

?Eu não sei o quão comum isso é, mas sem dúvidas acontece de vez em quando?, afirmou o analista de licenças da Pica Communications, Paul DeGroot. ?É provável que a Microsoft tenha enfrentado a concorrência da Google e, por isso, tenha oferecido 250 mil em incentivos. Coisas assim não vêm a público porque os clientes podem pensar que, se a companhia de Redmond está preocupada com a concorrência, terá de ser mais generosa nos contratos negociados. É lógico que ela não quer que eles pensem isso?.

A Microsoft continuará ganhando e a Universidade de Nebraska ? que atualmente despende cerca de 1 milhão de dólares ao ano com TI, o que inclui licenças de softwares, custos com hardware e pessoal ? reduzirá seus gastos a metade disso, por volta de 500 mil.

O Office 365 para instituições de ensino inclui o Exchange, o SharePoint e o Lynk, além, é claro, dos programas tradicionais hospedados na nuvem. Sai por 10 dólares ao mês para cada membro do estabelecimento, mas é gratuito para estudantes. O Office para desktop pode ser obtido por mais 14 dólares ao mês, para funcionários, ou 2 dólares, para estudantes.

Esses são os preços convencionais, mas, como a universidade americana mostrou, é possível pechinchar. Contatada, porém, a Microsoft não quis se dar mais detalhes da respeito da transação. ?Não informamos os termos negociados individualmente?, disse o porta-voz da companhia. ?Nós, entretanto, suportamos uma variedade de programas para ajudar na adoção e implementação de nossas soluções?.

 
 
Fonte: IDgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar