Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TECNOLOGIA 3D PERMITE A CLIENTE CONSTRUIR SEU FUTURO APARTAMENTO NA INTERNET

04/07/2011

Com apenas cliques no mouse do computador já é possível se conectar com seu futuro apartamento, decorar o espaço e colocar os móveis onde quiser.

Uma tecnologia que cria ambientes em 3D apresenta novas maneiras de interação entre o cliente e o produto imobiliário.

O usuário pode passear pelo apartamento, modificando-o à sua maneira. "Funciona como se fosse um jogo de video game. Além de conhecer o espaço antes de ele existir, a pessoa pode editá-lo", explica Diogo Parreiras, diretor da empresa Softzone, que criou a ferramenta Imóvel Interativo.

As escalas do ambiente virtual são verdadeiras. Mas mesmo com as medidas das paredes apresentadas, Parreiras admite que, olhando apenas pela internet, a pessoa pode perder a noção do espaço. O que pode ajudar o usuário a se achar é a comparação da proporcionalidade dos objetos, afirma.

LOGO MAIS
Em breve, as plataformas 3D também possibilitarão a compra do imóvel já pela internet. "Temos um software que anexa os documentos necessários. Depois, o cliente deverá apenas assinar papéis presencialmente", afirma Parreiras.

No entanto, ele não descarta a importância de ficar atento na compra, combinando o virtual com a presença real, já que não se adquire um imóvel todos os dias.

Enquanto a compra on-line não chega, o que tem disponível hoje é a possibilidade de montar o apartamento on-line e, depois, entrar em contato pelo telefone para solicitar a execução da obra, explica Anderson Mancini, diretor de produção da Neotix.

Isso já é feito em alguns empreendimentos da construtora MaxHaus. "Uma planta de 70 m² pode ser dividida pelo cliente, sem necessidade de sair de casa, contratar arquiteto ou decorador", diz Mancini.

EXPERIÊNCIA
Após uma semana do lançamento, cerca de 200 projetos de apartamentos virtuais foram criados por usuários do MaxHaus. A publicitária Larissa Santiago, 24, experimentou a novidade e achou interessante poder colocar e retirar objetos dentro do imóvel.

"Chamou atenção também ter a visão de fora do prédio e simular a entrada nele", diz ela. "Só achei que poderia ter mais opções para trocar sofás e cortinas", completa.

O requisito para utilizar a ferramenta virtual é a ter internet banda larga, pois a modalidade discada não comporta o 3D adequadamente.
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar