Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

ORACLE: GOOGLE, VOCÊS NOS DEVEM US$ 2,6 BILHÕES

30/06/2011

Um especialista da Oracle estima que a Google deva à empresa 2,6 bilhões de dólares por, supostamente, ter infringido patentes da linguagem Java. O valor foi incluído no documento processual enviado à Corte do Norte da Califórnia, nos Estados Unidos.

Assim, a quantia não fugiu do que era esperado: entre 1,4 bilhão e 6,1 bilhões de dólares ? cálculo baseado na interpretação que fizera do documento elaborado por outro especialista da Oracle, Iain Cockburn. Ainda assim, a companhia de Mountain View não está satisfeita e quer que o montante seja revisto.

A ação, referente ao uso de Java no sistema operacional Android, foi expedida em 2010, um ano depois de a Oracle ter adquirido a Sun Microsystems, que controlava a linguagem. A Google nega qualquer ilegalidade.

?Mesmo o índice mais baixo sugerido por Cockburn é dez vezes mais alto do que a quantia arrecadada pela Sun em um ano inteiro com o Java, e vinte vezes superior ao que ganhava com a licença da linguagem para dispositivos móveis?, afirmou o advogado de defesa Scott Weingaertner.

Para a Oracle, no entanto, a Google descaracterizou o estudo de Cockburn, em vez de averiguar corretamente a metodologia e a análise do especialista. ?Ela foi construída sobre evidencias abundantes, e é totalmente razoável a se considerar as relações comerciais das empresas e a magnitude dos lucros que está em jogo?, disse.

Sobre os lucros, a Oracle disse que eles se referem aos resultados obtidos pelo Android, tanto pelo número de unidades comercializadas quanto pelo montante publicitário atraído. Weingaertner, naturalmente, rejeitou a argumentação.

?O valor do software Android e dos anúncios veiculados nos serviços da Google são coisas separadas: o SO permite que o smartphone funcione, independentemente da presença de publicidade. Além do mais, os anúncios são exibidos em qualquer sistema, não apenas no Android?, justificou.
 
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar