Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

PRODUÇÕES EM 3D PERDEM BILHETERIA NOS ESTADOS UNIDOS

14/06/2011

Com o resultado decepcionante do último "Piratas do Caribe - Navegando em águas misteriosas" e "Kung Fu Panda 2", o "boom" dos filmes em 3D nos Estados Unidos pode estar com os dias contados. Segundo o site TG Daily, o quarto filme da série do pirata Jack Sparrow (Johnny Deep) teve os menores números de bilheteria para filmes 3D desde "Avatar". O site acredita que o formato não durou muito tempo nas outras vezes que esteve em voga (anos 1950 e 1980), e, provavelmente, não vai ser sucesso mais uma vez.

De acordo com reportagem do jornal New York Times, a parcela dos ingressos vendidos para filmes 3D correspondia a 60% do faturamento total da bilheteria. Já "Piratas do Caribe - Navegando em águas misteriosas", que foi lançado em maio e custou a Walt Disney US$ 400 milhões, arrecadou cerca de 47% nos Estados Unidos. "Kunk Fu Panda 2" também não teve bons resultados: dos US$ 53,8 milhões arrecadados nas bilheterias em maio, apenas 45% vieram das exibições em 3D.

Segundo analistas como Greg Foster, presidente da Imax Filmed Entertainment, o problema é que converter um filme ruim em 3D não vai fazê-lo ser melhor e a audiência já tem percebido que as produtoras estão tentando vender histórias melhores do que elas realmente são. Parece que, cada vez mais, o público está se recusando a pagar os altos preços dos ingressos para ver lançamentos com roteiros pouco cativantes. Já Jeffrey Katzenberg, produtor da DreamWorks, garante que os filmes estão ficando cada vez melhores em termos de qualidade da tecnologia, e os valores dos ingressos estão bem mais baratos do que há três anos.   

Apesar de tudo, fora da América do Norte, a situação dos filmes 3D é bem diferente. Em países como Rússia, China e Brasil, os filmes em 3D ainda estão no auge do sucesso e sem previsão de queda. De acordo com o jornal, "Piratas do Caribe - Navegando em águas misteriosas" arrecadou US$ 256 milhões só no primeiro fim de semana e já se tornou a melhor estreia internacional da Disney até hoje.

 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar