Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

´MOCHILA VOADORA´ PODE VIRAR REALIDADE

10/06/2011

O desenvolvedor Glenn Martin, que vem trabalhando há 30 anos em uma máquina de voar, similar a um Jetpack , ou uma ´mochila voadora´, pretende torná-la disponível ao mercado em 2012, segundo o jornal inglês Telegraph.

A ´mochila voadora´ usa ventiladores canalizados ao invés de jatos e custa em torno de US$ 100 mil. De acordo com o jornal, o Jetpack está pronto para fabricação, depois que fez seu primeiro voo de testes, no dia 21 de maio de 2011, usando um piloto fictício. A máquina foi controlada por um aparelho a 1.500 metros de altura.

Ainda segundo o Telegraph, a revista Time publicou uma matéria dizendo que o jato era uma das invenções mais aguardadas do mundo. "As primeiras pessoas a usar esse equipamento nas cidades serão ligadas a trabalhos de resgates e estarão envolvidas em situações de emergância", comenta o criador. "Então, as pessoas vão colocar câmeras na máquina para reportar informações do tráfico e, eventualmente, o uso vai evoluir até que as pessoas passem a voar para se divertir ou trabalhar", completa.

O Jetpack de Martin consiste em um par de cilindros contendo ventoinhas de propulsão fixadas em uma estrutura de fibra de carbono. O piloto fica de costas para a máquina, coloca o cinto de segurança e controla os jatos por meio de joysticks. A máquina voadora é impulsionada por um motor V4, que gera cerca de 200 cavalos de potência. Martin explica que o funcionamento é simples: basta mandar bastante ar para baixo com muita rapidez para fazer com que a pessoa consiga subir. Outros detalhes de segurança não foram revelados, uma vez que o desenvolvedor demorou décadas para conceber o conceito.

Depois de vários protótipos, o modelo que Martin espera colocar em produção foi desenhado para atender aos padrões americanos de ultraleve, com peso inferior a 115 quilos e acoplado a um tanque de 20 litros. Teoricamente, a quantidade de combustível possibilita até 30 minutos de voo ou 50 quilômetros de distância, embora Martin já esteja trabalhando em versões com mais capacidades. 

Aos que se sentiram inseguros com a ideia, é importante saber que a ´mochila voadora´ carrega um paraquedas, caso algo de errado aconteça. No vídeo abaixo você confere como foi o voo de teste.
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar