Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SONY PROMETE NORMALIZAR PLAYSTATION NETWORK NO DOMINGO

01/06/2011

A multinacional japonesa Sony disse nesta terça-feira que sua rede PSN (PlayStation Network), atacada por hackers em abril, estará plenamente restabelecida no próximo domingo em todas as regiões do mundo, exceto em Hong Kong, Japão e Coreia do Sul.

A restauração total da rede interativa da Sony para os consoles PS3 e PSP permitirá que usuários europeus e do continente americano voltem a adquirir e baixar jogos na rede.

O serviço, suspenso em 21 de abril após uma invasão que envolveu o roubo de dados de cerca de 77 milhões de usuários, já foi reiniciada parcialmente na América do Norte, na Europa e em outras regiões em 15 de maio e, desde o sábado, também parcialmente no Japão e em outros países asiáticos.

A gigante japonesa da eletrônica explicou que no domingo também restaurará parcialmente o Qriocity, outro de seus serviços atacados em abril.

Por enquanto, a empresa não pôde dar uma data concreta para o restabelecimento pleno da PlayStation Network em Hong Kong, Japão e Coreia do Sul.

"Não se pode reativar de maneira total por várias razões que não podemos revelar e que, além disso, variam segundo o país", explicou à Agência Efe um porta-voz da Sony Computer Entertainment.

Para compensar seus clientes pela suspensão do serviço, a PlayStation Network oferecerá, em função da região e do usuário, jogos de presente ou assinaturas gratuitas do serviço durante um ou dois meses.

A Sony se tornou um dos principais alvos de piratas virtuais, já que, além dos ataques combinados de abril, em maio também foram roubados dados de usuários de outras páginas pertencentes à multinacional.

A Sony anunciou na semana passada uma perda líquida de ¥ 259,6 bilhões (cerca de US$ 3,242 bilhões) no ano fiscal de 2010, seis vezes mais do que perdeu no ano anterior.

No entanto, apesar dos ataques a suas redes, a empresa prevê para o atual ano fiscal lucro líquido de ¥ 80 bilhões (cerca de US$ 998 milhões).
 
 
 
 
Fonte: Folha

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar