Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOOGLE DESBANCA YAHOO E LIDERA PUBLICIDADE ONLINE NOS EUA

27/05/2011

A Yahoo, líder perene em display ads (publicidade online de exibição) nos Estados Unidos, perdeu seu posto de número um no segmento para a arquirrival Google, de acordo com relatório da empresa de pesquisas IDC divulgado nesta quinta-feira (26/5).

No primeiro trimestre deste ano, a fatia da Google do mercado de display ads - que inclui banners e animações Flash - cresceu para 14,7%, ao passo que a Yahoo ficou com 12,3% - no quarto trimestre de 2010, a proporção era de 13,3% para a Google e 13,6% para a Yahoo.

O resultado deve ser encorajador para a Google, que por muitos anos foi um concorrente menor no setor no setor. Contudo, a empresa fez grandes investimentos para melhorar sua posição, chegando a gastar bilhões na aquisição de empresas como DoubleClick e YouTube.

Para a Yahoo, este desfecho deverá causar problemas, já que os "display ads" são seu principal negócio - sua operação de anúncios em buscas tem tido desempenho tradicionalmente baixo.

A Google domina o setor de search ads (anúncios em buscas) com uma fatia de quase 60% no primeiro trimestre, seguida por Microsoft (com quase 8%) e Yahoo (com 7%). Um pacto controverso estabelecido entre Microsoft e Yahoo para contrabalançar o domínio da Google teve um começo lento: a Yahoo reclama que seu lucro por busca não vem atingindo suas expectativas em mercados onde já usa a plataforma AdCenter da Microsoft.

Pequenas e médias
Mas o relatório do IDC traz uma boa notícia para a Yahoo e outros fornecedores de "display ads" como AOL e Microsoft. O crescimento da Google em display ads não ocorreu às custas de seus próprios negócios, que são mantidos por grandes anunciantes. A Google tem crescido principalmente por causa de pequenos e médios anunciantes.

"Mas isso pode mudar e, quando isso ocorrer, as velhas organizações de vendas terão de competir com a ultra-efetiva interface automatizada de vendas da Google Display Network", afirmou o IDC, em comunicado.

Apesar de ter tirado o primeiro lugar da Yahoo, a Google precisa ficar de olho no Facebook - que, segundo o IDC, deverá apresentar um salto significativo em display ad nos próximos anos.

O estudo do IDC também concluiu que os gastos com publicidade online cresceu 14,3% em todo o mundo no primeiro trimestre de 2011, movimentando 18,2 bilhões de dólares. Nos Estados Unidos, esse gasto cresceu 14,2%, chegando a 8,1 bilhões de dólares.

Em outro estudo também divulgado nesta quinta-feira, o Interactive Advertising Bureau e a PricewaterhouseCoopers estimaram que os gastos com publicidade online nos EUA cresceram 23%, chegando a 7,3 bilhões de dólares no trimestre.

A publicidade em buscas continua a ser o formato mais popular, atraindo 48,7% dos investimentos no trimestre, enquanto a publicidade do tipo display ficou em segundo, com 33,3%. Contudo, nos últimos dois anos, a publicidade de display tem crescido mais rapidamente que a de buscas, apontou o IDC.
 
 
 
 
Fonte: IDgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar