Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

HOMEM RECUPERA NOTEBOOK ROUBADO COM AJUDA DO TWITTER E ?USUÁRIO HERÓI?

16/05/2011

Este não é o primeiro caso de algum usuário que conseguiu rastrear e reaver um eletrônico perdido/roubado. Mesmo  noticiou a perseguição de uma publicitária paulistana em busca de seu iPad perdido. O fato é que a história de Sean Power envolve mais do que tecnologia; envolve colaboração mútua e coragem (dentro e fora da web).

O canadense Sean (foto à esq.) teve seu computador, um Mackbook, roubado durante uma viagem a Nova York (ele não especificou como o roubo, que também pode ser um furto, aconteceu).

Por sorte, sempre precavido, Sean, que é analista da web, havia instalado um aplicativo gratuito que rastreia o computador ou celular em casos de furto ou perda. O aplicativo se chama ?Prey? e pode ser instalado em PCs, Macs e dispositivos Android.

Três dias após o roubo, já de volta a Ottawa, no Canadá, Sean conseguiu rastrear o notebook. O aplicativo Prey, que utiliza as configurações do Skype para tirar uma foto do suposto ladrão, identificou o rosto, hábitos de navegação na web e o paradeiro de quem havia roubado o computador de Sean. O endereço onde supostamente estaria seu notebook era um bar no bairro de Manhattan, em Nova York.

O analista passou então a narrar sua ?perseguição virtual? pelo Twitter: ?Ajude-me, Twitter. ?Prey? acabou de achar meu laptop roubado há três dias. Aqui está o relatório. Eu posso ver o ladrão! [link para a foto]?, tuitou. Pouco tempo depois, alguns dos seus quase 13 mil seguidores se propuseram a ir até o bar para reaver o aparelho.

Um deles realmente empenhou-se. O herói anônimo desta história se chama Nick Reese (foto à dir.), que foi até o paradeiro do notebook e o resgatou mesmo com um ?pouco de resistência? por parte do ladrão.

E a polícia nessa história? Bem, a policia disse que não poderia ir até o local e acusar o ladrão pelo roubo, pois Sean não havia feito o registro do ocorrido (vacilou, né?).

Nick Reese virou sensação na web; principalmente no Twitter. Ele passou a última sexta-feira (13) respondendo a perguntas e agradecimentos de admiradores.

Mesmo com tamanha bravura e satisfeito por recuperar o computador, Sean disse que passou por momentos de verdadeiro estresse: ?Eu comecei a ficar tenso quando percebi que algumas pessoas poderiam ter arriscado suas vidas por um estúpido pedaço de plástico. Não importava o quanto pedisse para que eles não fossem até lá, eles realmente pareciam querer ir [ao bar confrontar o ladrão]?, disse Sean ao site canadense CBC, enquanto estava a caminho de Nova York para reaver o laptop.
 
 
 
Fonte: Uol

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar