Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

TELEFÔNICA ANUNCIA NOVA ESTRUTURA NO BRASIL

11/05/2011

A nova estrutura privilegia a integração dos negócios fixo e móvel e organiza as operações comerciais em duas unidades: uma de Mercado Individual, que inclui os segmentos Individual e Residencial, e será liderada por Paulo Cesar Teixeira, atual Vice-Presidente Executivo de Operações da Vivo; e outra de Mercado Empresas, que terá no comando Mariano de Beer, atual Diretor Geral da Telesp, e que reúne os segmentos de Grandes Clientes Corporativos, de Pequenas e Médias Empresas e Atacado.
 
O CEO desta empresa integrada será Luis Miguel Gilpérez, reportando diretamente aos Conselhos de Administração de Vivo e Telesp. Ele é um dos mais experientes executivos da Telefônica e terá a missão de liderar a integração dos negócios fixo e móvel e do gerenciamento da companhia no dia-a-dia, assim como de definir a visão de longo prazo da Telefônica Brasil. Ao longo de sua trajetória de 30 anos no Grupo, Luis Miguel aportou  sempre seu dinamismo, conhecimento e capacidade gerencial. Foi Diretor Geral de Negócios Móveis  da Telefônica Internacional,  é  Presidente do Conselho de Administração da Vivo desde 2007 e membro do Conselho da Telesp desde 2010.
 
Antonio Carlos Valente, um dos mais reconhecidos e respeitados profissionais do setor de telecomunicações na América Latina, será o Presidente da Diretoria da Telesp e da Vivo e permanece como Presidente do Grupo Telefônica no Brasil e Presidente do Conselho de Administração da Telesp. Com a nova dimensão e maior relevância do grupo Telefônica no País, Valente tem a missão de garantir a governança em todas as companhias, dar suporte aos diferentes negócios do grupo nas funções corporativas, além de representar a empresa junto ao governo, sociedade, órgãos reguladores, imprensa e demais instituições. A Telefônica é o grupo líder de telecomunicações no País, congregando além de Vivo e Telesp, outras 14 empresas como o portal Terra e a empresa de contact center Atento, além da Fundação Telefônica.
 
Esta estrutura vai permitir a Telefônica aproveitar todos os ganhos da atuação integrada das empresas Vivo e Telesp, avançando em direção a ofertas convergentes de serviços de telecomunicações e internet em banda larga,
 
utilizando as tecnologias móvel e fixa, inclusive fibra óptica, além de TV por assinatura. A Telefônica Brasil quer ser uma empresa que não apenas captura valor em mercados já estabelecidos, mas que cria valor para todos os stakeholders, elevando o mercado a um patamar superior.
 
Com a compra da Vivo, a Telefônica passou a ser a companhia líder do setor de Comunicações no Brasil, com presença nacional, mais de 76 milhões de clientes e receita líquida da ordem de R$ 36 bilhões em 2010. Também está entre os maiores empregadores brasileiros, com mais de 100 mil contratados diretos. Em março, o presidente mundial da Telefônica, César Alierta, anunciou investimentos no Brasil de R$ 24,3 bilhões, para o período entre 2011 e 2014.
 
 
 
Fonte: Convergencia Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar