Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

BRASILEIROS ESTÃO ENTRE OS MAIS TEMEROSOS COM SEGURANÇA

09/05/2011

Pesquisa da Unisys sobre segurança manteve um quadro estável por quase cinco anos, mas mudou no último relatório divulgado, com aumento súbito nos quatro índices avaliados: pessoal, nacional, financeira e Internet.

Em março de 2011, a segurança financeira (bancos e cartões de crédito) chegou ao topo das preocupações com o índice 159, ante 142 seis meses antes. Seguindo a mesma base de comparação, a preocupação com segurança pessoal foi de 129 a 151, o temor em relação à segurança nacional evoluiu de 123 para 145 e a área de internet chegou ao índice de 135, número significativamente maior ao registrado há um semestre (112).

O estudo também foi separado por países e o Brasil ocupa um surpreendente segundo lugar no índice geral de desconfiança entre os 14 países pesquisados, com um índice de 180. Mas, ao contrário da tendência mundial, a taxa de preocupação no País caiu, já que há seis meses o índice estava em 185. O país mais preocupado é a Colômbia, que aparece pela primeira vez no estudo, com 186 de índice.

Na divisão por áreas, os brasileiros mostram-se bem preocupados com segurança nacional (199), segurança pessoal (184) e segurança financeira (184). O menor dos índices, ainda considerado alto se comparado à média do estudo, é a segurança de internet, no qual o Brasil obteve índice de 155.

A pesquisa identificou também quais são as ameaças que provocam mais medo nos brasileiros: fraudes em cartão de crédito aparecem em primeiro lugar, seguido de epidemias, roubos de identidade e segurança nacional.

Ainda que a área de segurança seja a de menor fonte de preocupações para os brasileiros, ela ainda é alta. Segundo o estudo, 18% dos brasileiros pesquisados se mostram extremamente preocupados com vírus e e-mails não solicitados e 43% se declaram muito preocupados.

Curiosamente, os índices de preocupação quanto a compras online e internet banking são menores, mas ainda altas. A pesquisa mostra que 17% dos brasileiros estão extremamente preocupados e 36% muito preocupados com esses elementos.

A maior preocupação brasileira, no entanto, é quanto a roubo de identidade. O levantamento indicou que 77% dos brasileiros estão seriamente preocupados com roubo de identidade.

Os países que apresentam números de contraste foram Austrália e Holanda, que tiveram queda nos quatro índices de preocupação. A Holanda, menos preocupada de todos os países, teve pontuação de 64 no índice, contra um valor médio global de 147.
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar