Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

METRÔ IRÁ AVISAR VIA SMS SOBRE PROBLEMAS NAS LINHAS

09/05/2011

Usuários do Metrô de São Paulo já podem se cadastrar no site do Metrô para receber informações sobre a situação das linhas no celular, via SMS (torpedo). A previsão é que o serviço comece a funcionar em junho.

O recurso é uma expansão do serviço ?Direto do Metrô?, disponível no site da companhia (inclusive na versão mobile) desde 21 de março. Ele fornece informações em tempo real sobre a operação das linhas metroviárias.

Ao fazer o cadastro, o usuário pode escolher até três linhas que mais utiliza e até três faixas horárias (de duas horas cada, dentro dos horários em que o Metrô opera). Também é possível selecionar os dias da semana. Só serão enviadas mensagens sobre as linhas, dias da semana e horários escolhidos pelo cadastrado.

O ?Direto do Metrô? aponta interferências que afetam uma linha em sua totalidade? falhas pontuais e breves não são exibidas pelo sistema, diz a empresa. São informados os ?incidentes notáveis? ? fatos que causem transtorno aos usuários e interferências na circulação de trens programada para determinado horário.

O site mostra uma tabela na sua página inicial, composta por três colunas: a primeira mostra o nome da linha, a segunda como está a operação (por meio de sinal que muda de cor); e a última, uma breve descrição sobre a situação do momento. A coluna central faz uma analogia aos semáforos: quando o círculo aparecer em verde, a operação está normal; em amarelo, restrição e em vermelho, paralisação ou um problema grande. As mensagens serão geradas e enviadas para os celulares cadastrados toda vez que ocorrer mudança na cor (status). Haverá informações sobre todas as linhas, exceto a 4-Amarela, administrada por uma empresa privada.

De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, os SMS serão enviados para os cadastrados em menos de um minuto após o registro da ocorrência pelo Metrô. "Vai ser um importante mecanismo para mantermos contato com os passageiros. Vamos ajudá-los a decidir com mais precisão as melhores formas de se dirigir para casa ou para o trabalho", disse o presidente do Metrô, Sérgio Avelleda, ao jornal.
 
 
 
 
Fonte: IdgNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar