Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

CEO DO YAHOO TEM CORTE DE 75% NA REMUNERAÇÃO

04/05/2011

A remuneração de Carol Bartz foi cortada em 75%, em 2010, mas a CEO do Yahoo ainda leva para casa 11,9 milhões de dólares. Um ano antes, Bartz era remunerada em 47,2 milhões dólares, segundo documentos apresentados pela Comissão Securities and Exchange (SEC) norte-americana.

A remuneração total de Bartz em 2010 incluiu um salário de US $ 1 milhão (ligeiramente acima de 969.872 de dólares em 2009) e 2,2 milhões de  dólares de bonus em dinheiro, com base no desempenho (acima de 1,5 milhão de dólares no ano anterior). Ela também recebeu prêmios em ações avaliados em 6,6 milhões de dólares e outros [em opções] no valor de 2,1 milhões de dólares.

As vantagens e outras compensações extras totalizaram 5.365 dólares. Em 2009, ano em que a executiva foi contratada - ela recebeu prêmios de valores maiores, incluindo ações avaliadas em 13 milhões de dólares e prêmios de opção [ações] no valor de 29,2 milhões dólares.

A empresa, entretanto, viu a queda de receita de 2% no ano fiscal encerrado em 31 de dezembro, enquanto o lucro líquido mais do que dobrou.  O Yahoo reportou 6,32 bilhões de dólares em receitas em 2010, ante 6,46 bilhões dólares em 2009. O lucro líquido atingiu 1,24 bilhão de dólares, acima dos 605,3 milhões dólares um ano antes.

O corte sofrido na remuneração de Bartz é uma tendência crescente na remuneração dos CEOs, de acordo com a empresa de serviços profissionais norte-americana Towers Watson.  De acordo com a empresa, a remuneração  em dinheiro mediana - que inclui salário base e bônus -  teve aumento de 17% para os CEOs em 2010. Já a compensação direta total - que inclui a compensação em dinheiro e incentivos de longo prazo e de outorga de ações ? registrou incremento de 9%.
 
 
 
 
Fonte: IdGNow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar