Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

SPED: SONDA LANÇA SOLUÇÃO NA NUVEM PARA PIS-COFINS

02/05/2011

Para apoiar as empresas que precisam atender à obrigatoriedade do Sistema Público de Escrituração Fiscal (Sped) para PIS/Cofins a partir deste ano, a Sonda IT lançou no mercado uma versão da sua solução fiscal pelo modelo de cloud computing.

O novo serviço é baseado na solução fiscal pw.Sped-PIS/Cofins, desenvolvido pela unidade Sonda Software. O produto é o primeiro na nuvem a ser entregue pelo data center, que acaba de ser inaugurado junto à nova sede da companhia em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo.

A empresa também vai entregar a solução com a contratação de Business Process Outsourcing (BPO) Fiscal. Uma equipe de profissionais ficará responsável pelo atendimento às obrigatoriedades como Sped Fiscal e Contábil, IN86, entre outras.

Essa modalidade se baseia em extrair e validar as informações exigidas pelo Fisco para o envio do arquivo digital por meio de sua solução de validação, o pw.SVA, que contempla 1,5 mil regras para atender à nova exigência.  A Sonda Software se responsabiliza pela validação dos arquivos é de responsabilidade da Sonda Software, unidade de negócio do grupo que desenvolveu o software fiscal.

O diretor comercial da Sonda Software, Danilo Mioto, acredita os dois modelos são opções rápidas para as companhias que precisam se enquadrar na exigência do governo federal, mas que ainda não iniciaram seus projetos.

O BPO utiliza hardware dedicado, enquanto a solução na nuvem pode ser entregue como uma oferta de infraestrutura praticamente imediata para os clientes.

Mioto informa que essa oferta de terceirização de servidores pode ser adotada como padrão pelas empresas ou ser utilizada momentaneamente para atender à implementação da solução fiscal. ?No futuro, se o cliente resolver transferir a infraestrutura para dentro de casa, podemos fazer o insourcing da solução?, diz ele.
 
 
 
 
Fonte: Computerworld

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar