Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

AS PORTAS PARA O MUNDO USB 3.0

29/04/2011

Ouvimos falar da tecnologia USB 3.0 há algum tempo. As placas-mãe e notebooks mais novos já começam a vir com algumas portas seguindo esse padrão.  Mas a grande maioria que está nas lojas ainda está na geração 2.0, fora todo o parque instalado. A grande diferença de uma para outra é a velocidade. Enquanto a especificada para o padrão 2.0 é de 480 Mbps, a 3.0 atinge velocidades até 10 vezes maiores: 4,8 Gbps.

Para que as máquinas antigas possam tirar proveito do novo conceito, a Comtac traz diversos periféricos. O mais importante deles é uma pequena placa com padrão PCI que acrescenta duas conexões USB 3.0 para desktops. É, literalmente, a porta de entrada para esse mundo.

Nela podem ser conectados outros acessórios que a Comtac traz para complementar a linha, como o case para discos externos que existem tanto no formato 2,5 polegadas para HDs, normalmente usados em notebooks, ou então um case onde o HD fica à mostra (meio anti-estético) para discos de desktops. Ambos precisam de uma alimentação extra que pode vir por meio de outra porta USB ou de uma fonte de energia externa.

Para verificar a real eficiência do 3.0, pusemos na bancada um desktop com a placa da Comtac e pen drives nos padrões 2.0 e 3.0. Usamos alguns arquivos grandes, onde as diferenças podem ser melhor percebidas. Em um pen drive 2.0 na porta 2.0, o tempo de transferência foi de 138 segundos. Já na tecnologia 3.0, a diferença foi de mais de cinco vezes, passando para 27,5 segundos. Está longe da teoria (10x), mas já é uma melhora significativa. Esses valores variam de acordo com o tamanho do arquivo de testes. Para arquivos menores, esse ganho tende a ser menor.

O custo para entrar no mundo 3.0 não é muito alto. A placa custa R$ 94,00. Já os cases para HD de notebook e desktop custam R$ 127,00 e R$ 165,00, respectivamente.
 
 
 
Fonte: Olhar Digital

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar