Página Inicial



twitter

Facebook

  Notícia
|

 

GOVERNO QUER USAR OBRAS COMO O TREM-BALA PARA AMPLIAR REDE DE FIBRA ÓPTICA

29/04/2011

O governo brasileiro anunciou hoje (28/4) intenções de aproveitar as grandes obras, como o projeto de Transporte de Alta Velocidade (TAV), para ampliar a rede de fibra óptica do País.  O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou que é provável que a medida seja implementada por meio de decreto presidencial.

As obras do TAV, que prevê a ligação entre as cidades do Rio de Janeiro e Campinas, passando por São Paulo, por meio de trem de alta velocidade, farão uso de fibras ópticas. ?É provável que, por meio do decreto, todas as obras do governo sejam obrigadas a usar fibras ópticas?.

Entre as obras que teriam essa obrigação, além do TAV, estão algumas previstas para a Copa de 2014, na área de mobilidade urbana. Segundo o ministro, a Copa deixará legados que servirão para a difusão de internet.

Paulo Bernardo apontou a precariedade da rede de distribuição (backhaul) em cidades de menor porte como uma preocupação. Ele também destacou a necessidade de dar condições para o aumento da velocidade da banda larga, a preços mais acessíveis. A previsão do ministro é que o Estado invista entre R$ 6,5 bilhões e R$ 7 bilhões apenas nessas frentes.

Bernardo aproveitou a ocasião para defender que os custos de implantação do Plano Nacional de Banda Larga sejam cobertos por meio de parcerias entre o poder público e empresas privadas. Além disso, o ministro confirmou a bronca que levou da presidente Dilma Rousseff sobre a velocidade da banda larga e reiterou que as empresas que prestam serviços terão a obrigação de baixar preços.
 
 
 
Fonte: Idgnow

 
Indique esta notícia Indique esta notícia para um amigo

Início Notícias  | Voltar